WILSON LIMA CRESCE NAS INTENÇÕES DE VOTO E BRAGA LUTA CONTRA A REJEIÇÃO NO AMAZONAS

Facebook
Twitter
WhatsApp

MANAUS – Eleições de segundo turno é uma disputa direta com a rejeição dos votos, com a proximidade do segundo turno das eleições, no Amazonas de forma inédita, em menos de 24h, três institutos de pesquisas consolidaram à vitória de Wilson Lima (União Brasil), atual governador do estado.

A preferência de um eleitorado se mede pela conquista dos votos, os extratos demonstrados das pesquisas, entre quarta e quinta-feira, 19 e 20, dos institutos IPEC, Eficaz e Perspectiva mostram a vitória consolidada de Wilson Lima contra Eduardo Braga (MDB) no Amazonas.

No início da noite da quarta-feira (19.10), a Rede Amazônica, filiada a Globo, contratou o IPEC (Inteligência em Pesquisa e Consultoria Estratégica), que divulgou pesquisa eleitoral, onde o governador Wilson Lima abre uma vantagem de 12 pontos à frente de Eduardo Braga.  Wilson pontuou 56% dos votos válidos na pesquisa contra 44% de Braga. A pesquisa foi realizada em 21 municípios do Estado do Amazonas entre os dias 17 e 19 de outubro e ouviu 800 pessoas.

 

O Senador Eduardo Braga, dormiu preocupado com os números do IPEC, e quando acordou, nesta quinta – feira (20.10.), tomou um café da manhã com os números negativos, do levantamento da Eficaz Pesquisa, que carimba o crescimento de Wilson com uma vantagem de mais de 15 pontos em relação ao Eduardo Braga. A intenção de votos estimulada mostra Wilson Lima com 51,7% contra 36,5% de Braga


É importante destacar que, os votos válidos da pesquisa mostram Wilson Lima com 58,6%, com mínima de 55,8% e máxima de 61,4%. Já o senador aparece com 41,4%, com mínima de 38,6% e máxima de 44,2%.

Em Manaus, o levantamento apontou que, Wilson Lima tem 58,0% e Braga aparece com 42,0%. No interior do Estado o atual governador do Amazonas Wilson Lima, mantem uma larga vantagem, com 59,1% contra 40,9% do emedebista.

Braga ainda não havia digerido os números das pesquisas: IPEC e Eficaz, quando a Perspectiva Mercado e Opinião, confirmou a vantagem 11,7%  de Wilson Lima contra Braga, no segundo turno.

O cenário é considerado estatisticamente inviável para uma virada de Braga. De acordo com o estudo, em relação aos votos estimulados, Wilson Lima somou 51,9% da preferência eleitorado amazonense. Já o senador Braga totalizou 40,2%.

Analisando os números apresentados pela Perspectiva, em relação aos votos válidos, Wilson Lima somou 56,4% e Braga tem 43,6%. A pesquisa mostra que Wilson Lima pode chegar em uma máxima de 58,4% e mínima de 54,4%. Já o senador Braga, pode chegar em uma máxima de 45,6% e mínima de 41,6%. Com uma margem de erro de 2,0% para mais ou para menos. A Perspectiva entrevistou 2.300 pessoas em todos os colégios eleitorais do estado, entre os dias 17 e 20 de outubro.

 

No ponto de vista eleitoral é uma metralhadora giratória numérica, contra Eduardo Braga, que está sem uma luz no fim do túnel, o cenário atual mostra que no total, oito pesquisas mostram a vitória consolidada de Wilson Lima contra Braga.

Enquanto as pesquisas apontam a tendência do crescimento de Wilson, os índices de rejeição dos eleitores aumentam para Eduardo Braga, o senador não tem mais tempo e nem forças para lutar contra a rejeição do povo amazonense.

Para disputar o “segundo round”  das eleições, o líder das pesquisas Wilson Lima trouxe para o combate em campo aberto, uma vantagem de 400 mil votos contra Eduardo Braga.

No Amazonas o candidato à reeleição Wilson Lima é apoiado pelo Presidente Jair Bolsonaro (PL), e o senador Eduardo Braga tem o apoio de Lula.

Perspectiva – registrada AM-04669/2022

IPEC – registrada BR-08161/2022

Eficaz – registrada AM – 09528/2022

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS