TCE-AM implementa domicílio eletrônico para melhorar movimentação de processos com jurisdicionados

Facebook
Twitter
WhatsApp
Buscando otimizar a movimentação de processos com gestores de órgãos jurisdicionados, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) implementou o Domicílio Eletrônico de Contas (Dec) como módulo virtual do Portal e-Contas. A implementação da nova ferramenta foi auxiliada pela Secretaria de Tecnologia da Informação (Setin) da Corte de Contas.

O DEC permitirá uma comunicação eletrônica com maior efetividade entre o Tribunal e órgãos jurisdicionados, auxiliando nas notificações, citações ou intimações em processos que tramitam na Corte de Contas. A implementação do Domicílio Eletrônico possibilita, ainda, maior celeridade na tramitação processual, com o cadastramento de usuários e destinatários que permitirão um registro de contagem dos prazos mais eficaz.

“Precisamos acompanhar o desenvolvimento tecnológico nas diferentes frentes. Hoje, o TCE Amazonas possui muitos recursos no âmbito digital e temos trabalhado para crescer ainda mais nesse sentido. Já trabalhamos para converter todos os processos físicos em digital, que possibilita um melhor manuseio e extingue o uso de papel. Dessa vez, ganhamos celeridade nos julgamentos ao adotar uma ferramenta 100% digital na comunicação processual. É um avanço de extrema importância para o estado do Amazonas”, destacou o presidente do TCE-AM, conselheiro Érico Desterro.

“Toda a comunicação será feita dentro dessa plataforma. Ao invés do Tribunal enviar uma carta pelo correio para o domicílio físico, a gente vai enviar uma comunicação virtual, eletrônica, por meio dessa nova plataforma dentro do portal e-Contas. Hoje as comunicações tem uma certa morosidade, existe um tempo entre se emitir uma notificação, e de fato o gestor receber. Com o domicílio, a comunicação será otimizada e simplificada”, destacou a secretária de Tecnologia da Informação do TCE-AM, Sheila Nóbrega, ao explicar sobre a plataforma.

Acesso

Para utilização do DEC, os usuários deverão acessar utilizando o mesmo login no Portal gov.br. Para isso, é preciso que o perfil no site do Governo Federal tenha o nível “Prata” de segurança confirmado. O acesso ao DEC estará disponível em até 60 dias.

O DEC permitirá protocolo de documentos em geral; apresentação de petições, defesas e recursos; envio e recebimento de notificações, citações, intimações, ofícios e avisos; consulta às peças de processo eletrônico e sua tramitação, além de outros serviços disponibilizados pelo TCE-AM.

Cada tipo de acesso será permitido conforme o respectivo perfil do usuário. O perfil pessoal é voltado aos gestores, ex-gestores, advogados, servidores públicos aposentados, contadores, procuradores, defensores, e cidadão em geral que venha a demandar o TCE-AM.

Já o perfil institucional é pertinente às unidades jurisdicionadas à Corte de Contas, e o perfil órgão de controle, voltado aos agentes públicos que estiverem envolvidos na fiscalização e no controle do processo.

A permissão aos acessos é dividida em três níveis, de acordo com cada usuário. O acesso A permite consulta e visualização das tramitações e peças iniciais de processos não sigilosos; o nível de acesso B permite visualização das tramitações dos processos de controle externo em que o usuário é parte do processo; e o nível de acesso C permite visualização, em tempo real, das peças de todos os processos não sigilosos, independente de ser ou não parte do processo.
Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS