SES-AM nomeia comissão para acompanhar atendimentos em unidades de saúde da capital

Foram identificadas demandas que estão sendo supridas para garantir o melhor atendimento para a população
Facebook
Twitter
WhatsApp
Foto: Douglas Silva

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), instituiu a Comissão de Avaliação, Acompanhamento e Supervisão dos Atos Finalísticos prestados nas Unidades de Saúde da capital com o objetivo de acompanhar e monitorar os atendimentos prestados nas unidades de saúde da capital.

A comissão que é formada por profissionais multidisciplinares realizará visitas às unidades de Manaus para acompanhar os atendimentos e identificar adversidades na estrutura das unidades. O objetivo da iniciativa é garantir o melhor atendimento para os pacientes, sobretudo durante o período sazonal de doenças respiratórias, quando há um aumento da demanda por atendimento em pronto socorros.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, a rede de saúde apresenta sobrecarga de atendimento nesse período.

“Esse período que nós consideramos um período sazonal de doenças respiratórias, existem dois vírus que estão com a maior porcentagem de circulação dentro do nosso estado, que é o vírus sincicial respiratório e o vírus da influenza, que atinge principalmente as crianças que estão na fase de desenvolvimento do sistema respiratório. Isso culmina na busca pelo atendimento porque muitas delas apresentam síndrome respiratórias leves, moderadas, até mesmo agudas”, explicou o secretário.

A equipe da comissão esteve, na última quarta-feira (10/05), nos três hospitais e pronto socorros infantis da capital, Hospital e Pronto Socorro da Criança (HPSC) Joãozinho, HPSC Zona Oeste e HPSC Zona Sul. No sábado (13/05), a comissão realizou uma supervisão na Central de Medicamentos do Amazonas (CEMA) para verificar e fortalecer o abastecimento das unidades de saúde.

Estratégias

Para enfrentar esse aumento de demanda, a comissão da SES-AM adotou um plano de contingência que inclui a abertura de mais leitos e serviços, para aumentar a rotatividade, além do aumento da oferta de profissionais nas unidades de saúde, principalmente no período de maior pico das 18h até a meia-noite.

Além disso, o Hospital Infantil Doutor Fajardo e o Instituto de Saúde da Criança do Amazonas (ICAM) terão a abertura de mais leitos para serem utilizados como unidades de retaguarda. Com isso, busca-se dar continuidade ao atendimento desses pacientes e garantir a disponibilidade de leitos para casos de maior gravidade que possam surgir.

Foto: Douglas Silva

Orientações

O secretário executivo de Assistência da Capital, Leandro Pimentel, alerta que muitas pessoas buscam atendimento nos prontos-socorros infantis mesmo quando poderiam ser atendidas em Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), que também possuem atendimento pediátrico.

“Constatamos que 70% dos casos desses últimos dias nos prontos-socorros infantis poderiam ser atendidos nos SPAs e nas UPAs. Porém, ainda recorrem aos prontos socorros infantis e isso demanda a demora no tempo de atendimento e também a sobrecarga”, destacou o secretário.

A recomendação é que a população deve procurar os serviços de urgência e emergência pediátrica em casos de situações graves que coloquem a vida da criança em risco, como falta de ar, convulsões, perda de consciência, traumatismo craniano, fraturas expostas, entre outros. Também é importante buscar atendimento em casos de doenças infecciosas que apresentem sintomas graves, como febre alta persistente, vômitos e diarreia intensos, desidratação, entre outros.

Os protocolos de atendimento utilizados pela SES-AM incluem uma classificação de risco que utiliza cores com características de atendimento. Os pacientes que apresentam sintomatologia que possa agravar rapidamente ou que sejam requisitos de casos emergenciais são atendidos na frente dos pacientes que não estejam nessa situação.

Portaria

A equipe foi nomeada pelo Secretário de Estado de Saúde, Dr. Anoar Samad e foi publicada no Diário Oficial por meio da portaria Nº 553/2023-GAB/SES-AM

 

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS