Saúde básica de Manaus encerra 2022 com ampliação de serviços e mais de 20 obras entregues pela prefeitura

Facebook
Twitter
WhatsApp
Fotos - Arquivo / Semcom e Semsa

Referência nacional na execução da Atenção Primária, a Prefeitura de Manaus encerra o ano de 2022 com grandes feitos na saúde básica, que incluem a entrega de mais de 20 obras e a ampliação de serviços essenciais à população, como a vacinação contra a Covid-19, o rastreio do câncer de mama, telemonitoramento de usuários e os “Sabadões da Saúde”.

As ações da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) mantiveram Manaus no 1º lugar entre as capitais no ranking do Previne Brasil, programa do Ministério da Saúde que avalia a qualidade dos serviços da Atenção Primária a cada quatro meses.

Fotos – Arquivo / Semcom e Semsa

Conforme determinação do prefeito David Almeida, a Semsa Manaus deu continuidade aos esforços de combate à pandemia. A rede de assistência para o atendimento de casos suspeitos foi ampliada e a campanha de vacinação contra a Covid-19 foi reforçada na capital. Com um novo aumento no número de casos da doença logo no início do ano, a Prefeitura instalou dois Centros Municipais de Testagem, que juntos, realizaram mais de 70 mil atendimentos.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, lembra que as unidades ofereceram teste rápido de antígeno e também assistência médica e medicamentos. “Com a iniciativa, acolhemos a população para a identificação precoce dos casos de Covid. Isso garantiu a redução da circulação do vírus e os riscos de contaminação, e resolveu o problema de sobrecarga nas unidades básicas de saúde, que, naquele momento, funcionavam além da sua capacidade de rotina”, diz.

Ao mesmo tempo, destaca a secretária, a Semsa reforçou o trabalho de imunização da população contra a covid-19. Ao longo do ano, começaram a ser aplicadas a 4ª dose e a 5ª dose para os públicos definidos pelo Ministério da Saúde e o município abriu a campanha para crianças maiores de 3 anos e, a seguir, para as de 6 meses a 2 anos.

“Chegamos ao final do ano superando a marca de 5 milhões de doses de vacina aplicadas na capital, que hoje tem 89,7% da população vacinável com a primeira dose e 80,5% estão com o esquema vacinal completo”, observa Shádia. 

Considerando as doses de reforço, 47,3% receberam a terceira dose e 19,5%, a quarta dose. “Ainda temos muito o que avançar, considerando que mais de 600 mil pessoas estão com doses em atraso, por isso não vamos descansar”.

Fotos – Arquivo / Semcom e Semsa

Shádia avalia que aumentar a adesão às vacinas infantis foi uma das grandes tarefas da saúde básica em 2022. “Foi um desafio para todo o país, que vem registrando baixa cobertura, por isso, implementamos várias ações locais com o objetivo de reverter esse cenário”.

Além de realizar duas grandes campanhas publicitárias de incentivo à multivacinação, com o apoio da Secretaria Municipal de Comunicação, a Semsa promoveu o I Fórum Municipal de Vacinação, que reuniu gestores, pesquisadores e trabalhadores da Saúde.

A secretária conta que a Semsa também adotou estratégias para facilitar o acesso do público à vacinação, com a diversificação de dias, horários e locais de atendimento. Foram criados “Dias D” de multivacinação e os “Sabadões da Saúde”, quando mais de 50 unidades da rede municipal funcionavam excepcionalmente com oferta de vacina e outros serviços.

As ações tiveram impacto nos índices de cobertura vacinal de duas das mais importantes vacinas do primeiro ano de vida. A cobertura da pentavalente saiu de 68% em 2021 para 72% e a de poliomielite, de 67,4% para 75%, conforme dados projetados.

Shádia Fraxe ressalta a projeção nacional que Manaus alcançou por meio do programa Previne Brasil. Por três períodos consecutivos, dois dos quais em 2022, a capital amazonense conquistou o primeiro lugar na nota final dos indicadores avaliados pelo Ministério da Saúde.

“Essa posição reflete o esforço de gestão e das nossas equipes para melhorar a assistência, registro, monitoramento e avaliação de resultados”. A secretária também cita, neste contexto, o aumento da cobertura de atenção básica de 64,32% em janeiro deste ano para 73,29%, em setembro.

Pioneirismo

O subsecretário municipal de Gestão da Saúde, Djalma Coelho, afirma que, dentre os muitos avanços deste ano, a saúde municipal ampliou o telemonitoramento. Além da assistência remota para os casos de Covid, implementados em razão da pandemia, o programa foi ampliado para pacientes com tuberculose, hipertensão e diabetes, grávidas de alto risco e vacinação infantil, superando 50 mil atendimentos.

Djalma Coelho também destaca o Serviço de Diagnóstico de Mama (SDM), inédito no município, que permite a coleta de material para biópsia de mulheres com alterações na mamografia ou na ultrassonografia sugestivas de câncer de mama. Até agosto haviam sido realizadas 147 biópsias, das quais 52 com resultado positivo. “Com isso, aceleramos o encaminhamento da paciente com confirmação da doença para o tratamento adequado, feito na rede secundária de assistência à saúde, aumentando as chances de cura e a qualidade de vida”, explica.

Outro serviço pioneiro, incorporado pelo município em 2022, foi o protocolo Pediasuit para reabilitação de pacientes com atraso no desenvolvimento neuropsicomotor. O método está disponível no Centro Especializado de Reabilitação (CER) e possibilita que o paciente treine movimentos e posturas necessários ao desenvolvimento de habilidades, por meio de equipamento e vestes especiais.

Buscando promover saúde e sensibilizar a população para práticas saudáveis, a Semsa também criou, neste ano, a corrida “Manaus em Movimento – Promovendo Saúde”. O evento, programado para acontecer todos os anos como parte do calendário de promoção da saúde, reuniu, nesta primeira edição, aproximadamente 3 mil participantes no Complexo Turístico da Ponta Negra.

Obras

O subsecretário de Gestão Administrativa e Planejamento, Nagib Salem, indica que o avanço na promoção e assistência à saúde foi acompanhado pela melhoria na infraestrutura de atendimento. Até o mês de novembro, foram entregues 18 unidades de pequeno porte totalmente revitalizadas, além de cinco unidades tradicionais (Ajuricaba, Mauazinho, Dom Milton, Santa Maria e Pau Rosa), três Centros de Atenção Psicossocial e duas bases operacionais do Samu 192 depois de revitalizados, reformados ou ampliados.

“Uma das prioridades da gestão do prefeito David Almeida é seguir qualificando os ambientes físicos da rede municipal de saúde, e temos avançado bastante nos processos de revitalização, ampliação, reforma e construção de estabelecimentos assistenciais de saúde. Estamos com outras oito revitalizações iniciadas, com previsão de entrega para 2023, e mais 12 obras de construção, incluindo nove unidades de porte 4, com capacidade para até 1,2 mil atendimentos diários”, detalha.

Concurso

Para dar suporte às necessidades da rede de saúde e fazer frente aos desafios impostos, a Semsa deu início ao chamamento dos profissionais aprovados no concurso público de 2021, tendo convocados até o momento 87 médicos, 100 ACSs e 202 candidatos de categorias diversas.

A secretaria também seguiu com os processos de promoção e progressão na carreira de servidores estatutários, mantendo o compromisso da gestão com o reconhecimento e a valorização das suas equipes.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS