Roberto Cidade é autor da lei que cria a campanha ‘Água Mais Vida’, de incentivo ao consumo consciente de água

A lei tem como objetivo estimular o consumo consciente de água, além de debater sobre a importância do hábito de beber água regularmente.
Facebook
Twitter
WhatsApp

Algumas práticas, aparentemente naturais e comuns, nem sempre são compreendidas como realmente importantes e acabam sendo menosprezadas no cotidiano. O consumo pessoal de água é um deles. E como medida para amenizar os danos físicos e, consequentemente, minimizar a busca por atendimento médico decorrente da falta de consumo adequada de água, o deputado estadual Roberto Cidade (UB), presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), apresentou a propositura transformada na Lei nº 5.362/2020, que institui a Campanha “Água Mais Vida”.

A lei tem como objetivo estimular o consumo consciente de água, além de debater sobre a importância do hábito de beber água regularmente. “Uma campanha que chame atenção para a necessidade de beber água regularmente pode estimular toda a sociedade em adotar esse cuidado com a saúde. A Campanha “Água Mais Vida” nada mais é do que uma forma de transformar essa necessidade em política pública que favoreça a saúde e o bem-estar da população. Isso contribui com o privado e o público na medida em que diminui a procura por atendimento médico, por exemplo”, justificou.

A falta de água no organismo pode causar desidratação, processo que afeta de diferentes formas os órgãos e os sistemas, podendo provocar cansaço excessivo, dor de cabeça, pele ressecada e enfraquecimento funcional. Os principais benefícios do consumo regular de água são: controle da pressão sanguínea, prevenção de cãibras, proteção do coração, melhoria do funcionamento do intestino e dos rins, melhor transporte de nutrientes no organismo, aumentando a resistência física, auxiliando no emagrecimento, facilitando a absorção de vitaminas, protegendo os olhos e a pele, entre outros.

Segundo o guia alimentar voltado para a população brasileira, desenvolvido pelo Ministério da Saúde, a quantidade de água ideal a ser consumida vai variar de acordo com idade e peso da pessoa, mas em média o valor se mantém em aproximadamente 2 litros de água por dia.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS