Revitalização da Policlínica Cardoso Fontes chega a 45% de conclusão

Facebook
Twitter
WhatsApp
FOTOS: Lucas Silva/SECOM

Chegou a 45% o percentual de conclusão da obra da Policlínica Cardoso Fontes, localizada no Centro, zona sul de Manaus. A unidade da Secretaria de Estado de Saúde (SES) realiza o atendimento especializado de pessoas com problemas respiratórios e é referência no tratamento da tuberculose. As obras começaram em julho e incluem reforma de consultórios e outros reparos na infraestrutura predial.

Segundo a engenheira responsável pelo projeto, Viviane Cruz, do Núcleo de Modernização da Infrasaúde, mesmo com metade dos trabalhos concluídos, a obra já permitiu a reativação de consultórios e banheiros que estavam fechados por conta de problemas na infraestrutura.

FOTOS: Lucas Silva/SECOM

Além da reativação dos espaços, a equipe da Infrasaúde está realizando, na unidade, a ligação elétrica necessária para reativar o aparelho de raio-X, tão necessário para o atendimento de pacientes com problemas respiratórios. Além disso, uma reforma na cobertura do espaço também deverá ser finalizada.

“A cobertura também é outro ponto que impacta diretamente no atendimento. Até o final da segunda quinzena de novembro a gente consegue entregar essa unidade já revitalizada”, explicou a engenheira.

Localizada na rua Lobo D’Almada, no Centro, a Policlínica Cardoso Fontes é destinada ao atendimento de pessoas com problemas respiratórios. A unidade é ainda referência no diagnóstico e tratamento da tuberculose.

FOTOS: Lucas Silva/SECOM

Com aproximadamente 600 pacientes em tratamento na unidade, a Policlínica, a partir de agora, amplia e melhora a qualidade dos atendimentos com uma nova infraestrutura predial.

O diretor da unidade, Vivaldo Munhoz, explicou que os pacientes são divididos em tipos de tratamento, e a reforma dos consultórios permitiu maior acolhimento dos atendidos.

O diretor comentou ainda sobre os reflexos das reformas estruturais para os servidores da unidade.

“Tudo isso cria uma outra expectativa no próprio servidor no acolhimento melhor do nosso paciente, porque um ambiente ruim, condições de estrutura ruim causam estresse, um transtorno tanto para o nosso servidor quanto para o paciente”, concluiu.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS