Projeto apoiado pelo Governo do Amazonas usa tecnologia para auxiliar disciplina de metodologia do estudo

Facebook
Twitter
WhatsApp
FOTOS: Daiana Silva

A utilização da tecnologia é cada vez mais comum em salas de aula e, para avaliar a efetividade de novas ferramentas, um projeto desenvolvido com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), analisou os aplicativos Kahoot (plataforma de aprendizado embasada em jogos) e InShot (editor de foto/vídeo) no processo de ensino-aprendizagem da disciplina de Metodologia do Estudo, na Escola Estadual Irmã Gabrielle Cogels, no bairro Puraquequara, zona leste.

O projeto foi desenvolvido no âmbito do Programa Ciência na Escola (PCE), Edital nº 004/2022, com estudantes do 2º ano do Ensino Médio. “Entre os resultados obtidos, os alunos estão mais motivados, comprometidos com seu aprendizado, redução da infrequência, principalmente elevação da nota individual do discente com aplicação dessa metodologia”, destacou a coordenadora do estudo, professora Daiana Silva. 

A falta de motivação e o baixo rendimento dos alunos na disciplina foram os principais motivos que a levaram a desenvolver o projeto na escola, como forma inovadora de atrair a atenção dos estudantes para a disciplina.

Segundo a professora, é fundamental que os alunos saiam da educação básica com o conhecimento prévio sobre o que é pesquisa e como desenvolvê-la, e o uso de metodologias ativas aliadas às Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) no ambiente escolar podem auxiliar o professor no processo de ensino e aprendizagem.

“A estratégia pedagógica utilizada no processo de ensino e aprendizagem se mostrou muito eficiente, permitindo que o processo da construção da aprendizagem ocorresse de forma divertida e descontraída, despertando maior interesse e dedicação do educando”, disse. 

Os resultados da pesquisa comprovam que o uso do aplicativo Kahoot e o InShot possuem grande relevância para aplicação em sala de aula proporcionando um aprendizado de forma diferenciada. 

No total, 48 alunos participaram do projeto e utilizaram as ferramentas de forma dinâmica, criativa e interativa, não somente no ambiente escolar, mas também com a comunidade. A partir das apresentações do projeto na escola, os alunos passaram a utilizar as ferramentas, para estudar para suas atividades e avaliações (Kahoot), e o InShot, para montar seus seminários sem precisar de computador. 

“Os alunos têm uma visão de futuro que antes alguns ainda não tinham. Esse tipo de contribuição vai além do muro da escola, qual a comunidade recebe como retorno”, celebra a professora. 

A professora destaca a importância do programa e o papel da Fapeam como fundamentais para realização do projeto na escola, uma vez que auxilia no desenvolvimento profissional e intelectual do estudante. “Os mecanismos empregados no projeto permitem que o docente desenvolva competência e habilidades que servirão para vida toda do discente, preparando-os para vida universitária, já que a disciplina em questão é Metodologia do Estudo”, reforçou.

FOTOS: Daiana Silva

Sobre o PCE

O PCE é uma ação do Governo do Amazonas, via Fapeam, para apoiar a participação de professores e estudantes do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio e suas modalidades: Educação de Jovens e Adultos, Educação Escolar Indígena, Atendimento Educacional Específico e Projeto Avançar, em projetos de pesquisa a serem desenvolvidos em escolas públicas estaduais sediadas no Amazonas e municipais de Manaus. 

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS