Prefeito David Almeida destaca ampliação da qualidade do serviço oferecido à população ao recepcionar Agentes Comunitários de Saúde

Facebook
Twitter
WhatsApp
Fotos – Dhyeizo Lemos e João Viana / Semcom

O prefeito de Manaus, David Almeida, recepcionou, na manhã desta terça-feira, 6/12, os 78 Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) que foram aprovados no concurso público da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A cerimônia de integração dos novos servidores foi realizada no auditório Dr. Deodato de Miranda Leão, na sede da Semsa, no bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul da cidade.

“Os ACSs chamados vão se somar a nossa equipe já vitoriosa da Semsa, para que possamos ampliar ainda mais os serviços ofertados à população de Manaus. Essa equipe é a que vai à campo, vai às casas, visitando as pessoas e os moradores, para fazer o primeiro atendimento, e isso vai nos trazer mais qualidade no serviço e podemos melhorar ainda mais o atendimento”, afirmou Almeida.

Fotos – Dhyeizo Lemos e João Viana / Semcom

Além de acolher, o evento teve o objetivo de informar aos empossados sobre a estrutura organizacional e o funcionamento da Rede de Atenção Primária à Saúde, gerenciada pela Semsa Manaus.  A atividade aconteceu ao longo da manhã com participação dos gestores dos departamentos, que destacaram a importância da Atenção Primária, gerenciada pela Semsa, bem como a função fundamental de cada servidor na rede municipal de saúde. O Estatuto do servidor, O Plano de Cargos Carreiras e Subsídios (PCCS), as etapas da Avaliação de Desempenho, informações sobre o Manual de Conduta, além da importância da Manaus Previdência e do Serviço de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus (Manausprev) também foram destacados no evento.

O subsecretário municipal de Gestão da Saúde, Djalma Coelho, frisou que os novos servidores estão entrando em um time vencedor no gerenciamento da atenção primária, devido a posição de primeiro lugar entre as capitais brasileiras que Manaus mantém há quatro quadrimestres no programa Previne Brasil.

“Os ACSs vão somar e fortalecer esse trabalho que a Semsa vem desenvolvendo na capital. São profissionais que têm um papel fundamental porque são os ‘braços’ das equipes da Estratégia da Família uma vez que irão conhecer a realidade desses grupos, enxergando agravos que precisam de intervenção, de modo a evitar que se tornem problemas mais agudos”, salientou. 

Dos 78 ACSs que foram aprovados no concurso de 2021, 13 serão lotados no Distrito de Saúde (Disa) Sul, enquanto 21 vão para o Disa Leste e 25 atuarão no Disa Norte. O Disa Oeste contará com 16 agentes comunitários e a zona rural, com três. 

Fotos – Dhyeizo Lemos e João Viana / Semcom

A diretora do Departamento de Gestão e da Regulação do Trabalho em Saúde da Semsa (Dtrab), Mircleide Santana, explicou que cem ACSs foram nomeados e convocados, mas até o momento 78 se apresentaram. Os 22 convocados estão resolvendo procedimentos admissionais e têm 30 dias para tomar posse, que são prorrogáveis por mais 30, se não se apresentarem entram em exercício, podendo estender por mais 30 dias o prazo para que tomem posse.

“Eles estão obedecendo os prazos legais para iniciar sua jornada no serviço público. É importante salientar que cada prorrogação precisa ser formalizada com a entrada do processo no protocolo da Semsa. Estamos muito felizes em receber os novos servidores, que, com certeza, vão aprimorar nossos serviços de saúde”, disse Mircleide.

Os agentes comunitários, que foram nomeados pelo prefeito David Almeida no dia 7/11, terão uma jornada de trabalho de 40 horas e serão incorporados às equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF). Eles foram aprovados no concurso público realizado por meio do edital 002/2021, que ofertou 300 vagas.

Elementos fundamentais para a prevenção de doenças, redução de agravos e promoção da saúde, os ACSs atuam na área fim, ou seja, trabalham diretamente com os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) visitando suas casas, verificando fatores de risco e informando onde a atuação das equipes da Estratégia Saúde da Família deve ser fortalecida. A comunicação com os grupos familiares é a base para a coleta de informações, que permitem que a política de saúde obtenha sucesso. 

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS