Governo realiza agendamento para castração solidária de animais domésticos, na área do Prosamin+

Facebook
Twitter
WhatsApp
Fotos: Tiago Corrêa - UGPE

A Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) do Governo do Amazonas e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) realizaram, nesta quarta-feira (11), o agendamento dos animais domésticos (cães e gatos) para castração solidária, na Comunidade da Sharp, zona leste, área de obras do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+). A ação ocorreu na escola Manuel Rodrigues de Souza, bairro Armando Mendes.

O coordenador executivo da UGPE, engenheiro civil Marcellus Campêlo, afirmou que ainda na fase de estudos de Impactos Ambientais e Sociais (EIAS) para implantação do Prosamin+, constatou-se um grande número de animais domésticos na área da Comunidade da Sharp. “As experiências adquiridas na execução do programa, em outras fases, demonstraram que durante o reassentamento muitas famílias abandonavam seus animais domésticos, então, diante disso, o setor ambiental e social da UGPE realizou uma ação de sensibilização para que isso não ocorra e solicitou o apoio da Sema”, afirmou o coordenador.

Ao longo do dia foram realizados 200 agendamentos para castrações, que vão ocorrer a partir desta quinta-feira (12/01) até sábado (14/01). A ação será executada pela Unidade Móvel de Castração da Sema.

O Castramóvel da Sema já atendeu, em Manaus, mais de 10 mil animais, que foram esterilizados desde o início das operações, em outubro de 2021. A coordenadora do projeto, Vanessa Menezes, destaca a importância da política para o bem-estar animal.

“A castração dá mais qualidade de vida aos animais, evita o abandono, impede que sejam fatores de zoonoses e, também, que se insiram em áreas de floresta e interfiram na fauna silvestre, mantendo um equilíbrio que vai desde a saúde pública até o meio ambiente”, pontuou.

Fotos: Tiago Corrêa – UGPE

Sensibilização

Nos dias 9 e 10 de janeiro, técnicos da UGPE e da supervisão de obras, realizaram ação de sensibilização na área, conscientizando as famílias acerca do bem-estar do animal, das legislações que os protegem de maus-tratos, além de informarem sobre os agendamentos para a castração solidária.

O subcoordenador ambiental da UGPE, engenheiro florestal Otacílio Cardoso Júnior, ressaltou que a iniciativa de realizar essa ação partiu do grande número de animais soltos na comunidade, e que a ação tem também o apoio da Assembleia Legislativa (ALE), através da Comissão de Proteção aos Animais, Assuntos Indígenas, Cidadania e Legislação Participativa (CPAIP).

A moradora, Flaviana Evangelista, considerou a ação importante e afirmou que vai levar o gato e cachorra que moram com ela, para serem castrados. “Eu vejo essa iniciativa como uma ótima oportunidade para as pessoas que não têm condições de realizar o procedimento, nos seus bichinhos. A castração é importante para proteger os animais, principalmente as fêmeas”, destacou

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS