Governo do Amazonas assina ordem de serviço para construção do Complexo Viário Barão do Rio Branco

Facebook
Twitter
WhatsApp
FOTOS: Lucas Silva e Rodrigo Santos

O Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus assinaram, na quarta-feira, (04/01), a ordem de serviço para a construção do Complexo Viário Barão do Rio Branco, no Parque das Laranjeiras, zona centro-sul. A obra vai custar R$ 52,4 milhões, dos quais R$ 51,2 milhões foram repassados pelo Estado, por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), e será executada pelo município. O governador Wilson Lima explicou que a obra vai melhorar a qualidade de vida da população

“São intervenções muito significativas porque desafogam o trânsito de Manaus, sobretudo nessa área da avenida das Torres, onde há um fluxo muito grande em que os veículos seguem ali para a zona norte, para a Cidade Nova e também para o Parque das Laranjeiras. E isso vai, sobretudo, dar uma velocidade muito grande aos ônibus do transporte coletivo”, disse. Parte do pacote de obras lançado pelo Governo do Amazonas, no valor de R$ 580 milhões, o Complexo Viário Barão do Rio Branco conta com contrapartida da Prefeitura, de R$ 1,2 milhão. O vice-governador, Tadeu Souza, destacou a parceria entre o Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus.

“O governador Wilson Lima, nos últimos quatro anos, e o prefeito David Almeida, nos últimos 24 meses, mostraram que têm uma visão estratégica, pensam a cidade, pensam o estado no futuro. Esse fortalecimento torna a cidade preparada para o seu aumento exponencial, torna a qualidade de vida da população que vive em Manaus melhor”, afirmou. As obras devem começar imediatamente, conforme o prefeito de Manaus, David Almeida, que destacou a parceria com o Governo do Amazonas. “O Wilson foi aquele cara bondoso que estendeu a mão para Manaus. O Wilson fez esse gesto assinando vários convênios. Vocês viram ontem na Bola do Produtor, esse aqui também. Vejam a quantidade de investimentos que a Prefeitura e o Governo do Estado estão fazendo entre a zona Norte e a zona Leste”, disse o prefeito.

Intervenção A intervenção viária contempla a implantação de uma passagem de nível da Rua Barão do Rio Branco sobre a Avenida Governador José Lindoso, com duas alças de acesso. Também prevê a adequação de dois retornos na avenida Governador José Lindoso e uma adequação viária no cruzamento da rua Barão do Rio Branco com a Avenida Timbiras. Ainda está prevista a implantação de uma nova via de acesso da avenida Timbiras para a avenida Governador José Lindoso, que vai garantir fluidez ao tráfego que, hoje, é intenso na área. O projeto prevê que a intervenção se estenda a 200 metros para cada lado da rua Barão do Rio Branco, com alargamento de algumas vias no entorno e a abertura de uma nova rua.

A assinatura da ordem de serviço foi acompanhada por vereadores, entre eles, Luís Mitoso, Elan Alencar, Professor Samuel e Raulzinho. A cerimônia também contou a presença dos deputados eleitos Daniel Almeida e Wanderley Monteiro, além do parlamentar Sinésio Campos. O deputado estadual Dr. Gomes, que estava presente na solenidade, parabenizou o trabalho harmônico entre Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus.

“Quando os governantes têm juízo, quem ganha é o povo, e essa parceria é uma parceria que veio para ficar, porque há o entendimento voltado para o benefício da população do Amazonas”, acrescentou. Na última terça-feira (03/01), o governador Wilson Lima e o prefeito de Manaus, David Almeida, assinaram a ordem de serviço para a construção do Complexo Viário da Bola do Produtor.

A obra será executada com recursos na ordem de R$ 82,8 milhões, dos quais, R$ 80,3 milhões foram repassados pelo Governo do Amazonas para que o município faça a implementação do projeto. O pacote de obras lançado pelo Governo do Amazonas com foco na mobilidade urbana, em Manaus, inclui os convênios que viabilizaram a criação do Passe Livre estudantil, com investimentos de R$ 156 milhões; adequação e adaptação do terminal de integração de ônibus urbano T6 para receber a nova rodoviária de Manaus, no valor de R$ 13,7 milhões; e o Asfalta Manaus, com mais R$ 194,6 milhões, para recuperar as ruas da capital amazonense. Todos esses convênios estão sob a gestão da UGPE. Também faz parte do pacote a implantação dos primeiros ônibus elétricos na cidade, sob a responsabilidade da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). Ainda para melhorar a mobilidade urbana, o Governo do Amazonas está construindo os anéis viários Sul e Leste, que permitirão a ligação direta entre o Distrito Industrial, o Aeroporto Eduardo Gomes e as rodovias AM-010 e BR-174.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS