FCecon inicia reforma de banheiros hospitalares com sistema inédito

Ao todo, 62 banheiros da instituição receberão melhorias
Facebook
Twitter
WhatsApp
FOTOS: Lucas Silva/Secom

A reforma nos banheiros hospitalares da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), unidade vinculada à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), iniciada nesta semana, conta com um sistema inédito para chamada de enfermagem nas enfermarias. A obra alcançará 62 banheiros, atendendo a protocolos de segurança do paciente.

A obra inclui serviços de substituição de esquadrias, pias e vasos sanitários, luminárias, chuveiros, portas, tomadas, forro, box, bancada, revestimentos, instalação de barras de apoio e pintura, conforme a necessidade de cada ambiente.

O diretor-presidente da FCecon, mastologista Gerson Mourão, destaca que a reforma nos banheiros garantirá, além do sistema inédito, maior segurança aos usuários e melhores condições de higiene.

“A melhoria dos banheiros é algo de muita importância para a segurança dos pacientes, visando evitar quedas, também oferecendo um espaço reformado, com itens novos e de qualidade”, afirma Mourão.

Avanços

Um dos avanços é a instalação inédita do sistema de chamada de enfermagem, exclusivamente nos banheiros das enfermarias e isolamentos, informa o chefe do Departamento de Planejamento e Patrimônio, Cayo César Ferreira.

“Este novo sistema nos banheiros permite que, quando houver necessidade, a equipe de enfermagem seja acionada pelo paciente ou seu acompanhante apertando um botão. Faz parte do Protocolo de Risco de Quedas e visa garantir a segurança dos pacientes. É a primeira vez que todos os banheiros das enfermarias terão este dispositivo”, disse Ferreira.

Serão reformados os banheiros de todas as enfermarias e recepções do Ambulatório, da Radioterapia, da Urgência e Emergência, e da recepção principal/internação.

Segurança

A reforma atende às exigências sanitárias vigentes e melhorar a segurança e qualidade de atendimento ao paciente. “O objetivo desse serviço é atender às orientações do Protocolo de Risco de Quedas da RDC 036/2013, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), além de melhorar as condições de higiene, em atendimento à RDC 50/2002. Buscamos proporcionar melhorias para os pacientes, acompanhantes e servidores da FCecon”, disse a diretora administrativo-financeira, enfermeira Nilda Maria da Silva.

Recursos

O valor da obra é de R$ 769.297,77, com recursos de emenda parlamentar federal do senador Plínio Valério.

Durante a reforma, os serviços de atendimento ao paciente não serão interrompidos.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS