Escolas da Prefeitura de Manaus recebem selo do projeto ‘Juntos pela vida’ do Ministério Público do Amazonas

Facebook
Twitter
WhatsApp
Fotos - Eliton Santos / Semed

Por alcançar mais de 90% de alunos vacinados, as escolas municipais Canaã 2, localizada na zona Rural, e Elcy Mesquita, na zona Oeste, coordenadas pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), receberam na manhã desta sexta-feira, 30/9, o selo do projeto “Juntos pela vida”, desenvolvido pelo Ministério Público do Amazonas (MP-AM) e os centros de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAO-IJ) e da Cidadania (CAO-PDC). A cerimônia aconteceu no auditório Gebes de Mello Medeiros, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, no bairro Nova Esperança, zona Oeste da cidade.

As unidades de ensino, além de conseguir vacinar 90% dos alunos de 5 a 17 anos de idade, também preencheram todos os critérios do programa. O selo atesta a qualificação das escolas inscritas no programa de incentivo à vacinação infanto-juvenil, concedido aos centros educacionais que alcançaram 80% ou mais de estudantes vacinados.

Representando a secretária municipal de Educação, professora Dulce Almeida, a assessora pedagógica da Gerência de Atividades Complementares e Programas Especiais (Gacpe), Dircélia Almeida, destacou que cerca de 67,68% das unidades de ensino da Semed estão com quadro vacinal dos alunos atualizados.

“A Semed é parceira no “Juntos pela vida”, mas além desse projeto, a secretaria já desenvolve ações que solicitam o cartão de vacina dos estudantes atualizados, com isso cerca de 500 escolas municipais estão com os alunos vacinados. O que o prefeito David Almeida e a secretária Dulce Almeida solicitam é que os pais tenham consciência e vacinem os filhos, e deixem de lado ideologias partidárias”, pontuou Dircélia.

Para alcançar as metas, cada escola desenvolveu ações específicas, como a escola da zona Rural, que pegava as famílias em casa para que os filhos fossem vacinados.

“Nós garantimos que as crianças da zona Rural tenham a mesma qualidade de educação que os alunos da zona Urbana. Por isso, elas participam de todas as atividades, nós pegamos os alunos em casa para que eles fossem vacinados, para todas as dificuldades procuramos uma solução”, disse a gestora da Canaã 2, Érika Souza.

Já a gestora da escola Elcy Mesquita, Gerilúcia Nascimento, o comprometimento de toda a equipe escolar foi fundamental para alcançar 90% dos alunos vacinados. “Nós desenvolvemos ações como mobilização da comunidade escolar, Dia D da documentação e atuação do agente de saúde que realizou palestras com os pais e falou da importância da vacinação. Tudo isso foi fundamental para alcançar 90% dos alunos vacinados”, informou.

O projeto busca ampliar a cobertura vacinal entre crianças e adolescentes mediante a entrega do selo, que prestigia escolas que se comprometem com a saúde e bem-estar dos estudantes, na construção de um ambiente escolar mais seguro e de uma sociedade mais protegida.

“Nossa missão é garantir que todas as crianças sejam vacinadas. Em visita às escolas, verificamos que para muitas faltam sempre a segunda dose, por isso vamos fazer o máximo esforço para que os pais levem os filhos para vacinar. As Unidades Básicas de Saúde (UBS) não negam vacina para ninguém. Com essa integração entre educação, saúde e o Ministério, vamos conseguir imunizar crianças e adolescentes contra todas as doenças”, declarou a procuradora-geral da Justiça, doutora Silvana Nobre Lima Cabral.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS