Escola estadual retoma aulas presenciais após suspensão por queda das pontes na BR-319

Facebook
Twitter
WhatsApp
FOTOS: Divulgação / Seduc

A Escola Estadual Tancredo de Almeida Neves, localizada no município de Careiro da Várzea (a 25 quilômetros de Manaus) recebe de volta os estudantes às salas de aula, nesta terça (08/11), após período remoto das atividades, ocasionado pela queda das pontes na BR-319, entre os rios Curuçá e Autaz Mirim, em 28 de setembro.

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto suspendeu as aulas presenciais na escola e aguardava a liberação para tráfego, pois muitos alunos moram na zona rural de Careiro da Várzea e precisam de transporte escolar para o translado. Ana Maria Freitas, secretária adjunta do Interior, explica que a Secretaria de Educação aguardava a liberação do tráfego para o retorno das atividades presenciais.

FOTOS: Divulgação / Seduc

“Após o retorno do fluxo no local próximo da ponte, nada mais impede que as aulas voltem presencialmente. Nós já estamos com a escola toda organizada, com merenda na despensa, com material pedagógico preparado, com os motoristas do transporte escolar no aguardo. Os pais e responsáveis estão avisados e amanhã as atividades voltam ao normal”, garante a secretária adjunta.

Neila Maria, coordenadora interina regional de educação do município, acompanhou o processo de auxílio aos estudantes e descreve a iniciativa que possibilitou o retorno do tráfego terrestre no local do incidente, contribuindo para o retorno das atividades presenciais.

“A trafegabilidade foi restaurada com a ida da balsa na travessia do rio Curuçá e o trabalho de aterro no rio Autaz Mirim. Assim, consideramos o retorno das aulas 100% presenciais, mas tudo com responsabilidade e com aval da Secretaria de Educação”, conta a coordenadora.

FOTOS: Divulgação / Seduc

Atividades remotas

Mesmo com a impossibilidade de deslocamento até a unidade de ensino, os mais de 300 estudantes matriculados na EE Tancredo Neves foram amparados durante a suspensão das aulas presenciais, quando receberam todo apoio pedagógico e material de estudos em casa, além dos kits de merenda escolar e aulas transmitidas via on-line.

As ações foram possíveis devido ao trabalho do corpo pedagógico da escola, que organizou todos os materiais, apostilas para serem entregues aos alunos. Agora, eles anseiam por preparar um ambiente acolhedor para receber de volta os estudantes.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS