Wilson Lima regulamenta auxílio de R$ 300 para famílias atingidas por desastres naturais no estado

Auxílio destina-se a famílias atingidas em municípios em situação de emergência ou calamidade

O governador do Amazonas, Wilson Lima, regulamentou o Auxílio Desastre para atender famílias prejudicadas por desastres naturais e tecnológicos no estado, como a cheia dos rios. No valor de R$ 300, o benefício em parcela única vai apoiar a população que reside em áreas diretamente atingidas, em municípios em situação de emergência e calamidade pública.

O decreto com a regulamentação foi encaminhado para publicação, nesta segunda-feira (09/05), no Diário Oficial do Estado. Uma das primeiras cidades atendidas pelo benefício será Parintins, onde uma forte chuva causou prejuízos, alagou residências e desabrigou famílias, no mês de abril.

Para receber o Auxílio Desastre, o cidadão precisa residir dentro da área afetada pelo desastre, tendo sofrido diretamente as consequências do fenômeno natural. Outra questão importante é que os municípios precisam ter a situação de Emergência ou Estado de Calamidade Pública devidamente regularizados, com decreto homologado pela Defesa Civil.

FOTOS: Davis Alberto/Secom

O benefício é destinado a pessoas com renda familiar de até dois salários mínimos, limitados a um contemplado por núcleo familiar.

O Auxílio Desastre é uma das ações do governador Wilson Lima para apoiar a população que sofre com a cheia dos rios no Amazonas. A Defesa Civil vem acompanhando a situação em cada cidade. Na Região Metropolitana de Manaus, os trabalhos foram reforçados em Itacoatiara, desde ontem, porque o município registrou diversos problemas após um temporal, que deixou mais de 800 famílias em situação de alagamento.

Nesta segunda-feira, Wilson Lima vistoriou os trabalhos na cidade e determinou a entrega de cestas básicas para as famílias atingidas, além de anunciar repasses da ordem de R$ 1,1 milhão para apoiar os trabalhos de recuperação que serão realizados pela Prefeitura.

Related Articles

Check Also

Close
Close