Wilson Lima anuncia pagamento do 14º salário na segunda (28/11) a educadores de escolas que superaram metas no Ideb

Governador também lançou editais de Mestrado para professores da rede estadual, em parceria com UEA

O governador Wilson Lima anunciou os valores que serão pagos, na próxima segunda-feira (28/11), aos mais de 4 mil profissionais das escolas públicas estaduais que ficaram entre as dez melhores no ranking estadual do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Também vão receber a bonificação àquelas unidades que alcançaram a meta pactuada.

Durante o anúncio, no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, Wilson Lima também divulgou o edital da segunda fase do Mestre Qualificado.

O governador exaltou a atuação dos profissionais que contribuíram para o cumprimento das metas. “Venho agradecer a cada um de vocês. Esse reconhecimento que o Estado do Amazonas conseguiu, de sair de 12º para 8º lugar, é resultado de cada um de vocês (professores e educadores). Fico muito feliz de fazer parte desse momento tão importante na educação do Amazonas”, destacou Wilson.

O anúncio foi feito diante de aproximadamente mil educadores e na presença da secretária de Educação e Desporto, Kuka Chaves, do reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), André Zogahib, e dos deputados estaduais Cabo Maciel e Terezinha Ruiz.

O pagamento do 14º salário a todos os servidores contemplados, que soma R$ 10,7 milhões, é previsto no projeto Educação Qualificada, que integra o programa Educa+Amazonas, lançado pelo governador em julho de 2021. Ao todo, 104 escolas foram premiadas, das quais 30 por estarem no ranking das dez melhores nas modalidades de Ensino Fundamental Anos Iniciais, Anos Finais, e Ensino Médio; e outras 74 por terem alcançado a meta pactuada individual de cada escola.

“O que eu sou hoje é resultado da educação, não há outro caminho, essa é a base da sociedade mais justa. Isso é a escola pública dando resultado, servidores públicos dando resultado. Cresci ouvindo que só escola particular era boa, e hoje é diferente, tem pais tirando filhos de escolas privadas e matriculando em uma das nossas públicas”, completou Wilson Lima, ao anunciar que o pagamento do 14º também contemplará militares que atuam em escolas públicas estaduais.

Reconhecimento

O Educação Premiada reconhece a dedicação dos trabalhadores dentro e fora da sala de aula. No total, 4.422 servidores vão receber o bônus, sendo 2.296 de escolas da capital; e outros 2.126 de unidades de ensino do interior. Os valores podem chegar a R$ 15.162,84 e foram calculados individualmente, de acordo com o período e a jornada de trabalho.

Na ocasião, representantes das unidades escolares receberam das mãos do governador Wilson Lima placas de reconhecimento e troféus pelas metas superadas.

“O nosso governador tem sempre esse olhar de sensibilidade para nos movimentar nessa situação. A educação é um movimento, se ela fica estática não progride, e só com a graduação de tudo quanto é área é que ela vai progredir”, disse a professora Aldenira Castro, 60, que atua há 30 anos na educação e leciona nas escolas São Luiz de Gonzaga (bairro São Raimundo) e Escola Santo Antônio (bairro Santo Antônio).

A lista completa dos servidores está disponível no site da Secretaria de Educação e Desporto.

“A emoção de hoje estar aqui entregando meritoriamente mais uma premiação é o governador fazendo esse anúncio, que a gente sabe que é resultado de um momento da maior crise sanitária que o mundo enfrentou, então vocês [educadores] foram extraordinários, do diretor até o agente de portaria”, acrescentou Kuka Chaves, secretária de Educação e Desporto.

Critérios

Dentre os critérios estabelecidos para a premiação do 14º salário nas escolas estaduais, destaca-se a meta maior que a estimativa de crescimento natural da série histórica da escola e a escola ter tido, pelo menos, 80% de participação dos alunos na realização da avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

Para as escolas que não possuíam série histórica, metas do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), últimos resultados divulgados e etapas não avaliadas nos últimos certames, foi levada em consideração a estimativa de crescimento a partir da média do município/Coordenadoria para cada etapa avaliada. O projeto mostrou grande potencial, visto que 169 escolas da rede pública superaram ou igualaram as notas do Ideb de 2019.

Em relação ao 15º salário, o pagamento estava condicionado a uma meta única determinada pela Secretaria de Educação, que era de 8,5 no Ideb 2021, baseada na maior nota de 2019, que fora 8,3. No entanto, nenhuma unidade conseguiu alcançar o índice. A maior nota desse ano foi 8,1, na Escola Estadual Capitão-General Mendonça Furtado, de Itacoatiara, que em 2019 obteve 8,3.

Mestre Qualificado

O governador Wilson Lima também lançou dois editais do projeto Mestre Qualificado, iniciativa que faz parte do programa Educa+Amazonas e é realizada em parceria com a UEA.

Os editais, que já estão disponíveis no site da UEA (www.uea.edu.br), são para Letras e Artes, com oferta de 10 vagas para Manaus; e Ciências Humanas, com 10 vagas para Manaus e 5 para Tefé. Ambos são na modalidade presencial. Além destes, serão lançados outros três editais nos próximos dias, para Matemática, Educação e Recursos Ambientais. Ao todo, serão ofertadas 105 vagas.

Na primeira fase do Mestre Qualificado foi lançada a especialização Saberes e Práticas, em maio de 2022. Três mil professores nos 62 municípios do Amazonas estão se pós-graduando por meio do ensino mediado por tecnologia.

O Mestre Qualificado também prevê a Licenciatura Intercultural Indígena de professores de comunidades indígenas de três municípios: Parintins, Boca do Acre e Tapauá. Serão 60 vagas por município a partir de julho de 2023.

“Estamos fazendo história graças ao nosso governador Wilson Lima, criando o maior programa de pós-graduação em uma secretária de educação no Brasil”, disse o reitor da UEA, André Zogahib.

Fotos: Diego Peres, Lucas Silva, Tácio Melo/Secom

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close