Wilker Barreto destaca obras de emendas em inauguração de Centro de Apoio Psicossocia

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Wilker Barreto (PHS), destacou que a Casa Legislativa vive um momento histórico, quando interage e atende às demandas da sociedade, por meio das cotas parlamentares ao Orçamento Participativo (2014/2015), durante a inauguração do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Benjamim Matias Fernandes, obra resultado de emenda parlamentar. A unidade está localizada na avenida Maneca Marques, Parque 10, zona Centro-Sul, realizada na manhã desta quinta-feira (19).

MANAUS, 29/10/15 PRESIDENTE DA CAMARA MUNICIPAL DE MANAUS, VEREADOR WILKER BARRETO (PHS) PARTICIPA DA INAUGURACAO DO CENTRO DE APOIO PSICOSSOCIAL (CAPS) BENJAMIM MATIAS FERNANDES. FOTO: ROBERVALDO ROCHA / CMM

“A Prefeitura de Manaus, apesar da crise, continua numa agenda positiva de expansão de obras, e aqui em especial relacionada à Saúde com apoio de emendas parlamentares”, ressaltou Wilker, que esteve acompanhado, na inauguração da obra, pelas vereadoras Socorro Sampaio (PP), Professora Therezinha Ruiz (DEM), autoras das emendas destinadas ao Caps, e do vereador Amauri Colares (PROS).

A obra foi entregue pelo chefe do Executivo, Arthur Virgilio Neto (PSDB), na presença da titular da Secretaria de Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), Goreth Garcia, do secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão, secretários de outras pastas e autoridades locais.

“O vereador interage mais com a sociedade destinando recursos para setores importantes da sociedade. Tenho certeza que as emendas das vereadoras Professora Therezinha Ruiz e Socorro Sampaio irão ajudar muito na qualidade de vida, não somente ao atendimento dessas pessoas, mas também às famílias desses pacientes. Isso é motivo de alegria e, no próximo ano, mais emendas irão ser contempladas pelo prefeito. Esse é um passo que vai ficar consolidado para as próximas legislaturas”, completou o presidente.

Socorro Sampaio ressaltou que o Centro é uma vitória ao atendimento de suas emendas. De acordo com a parlamentar, o valor destinado aos centros de atenção psicossocial, desde 2012 até este ano, já somam aproximados R$ 400 mil. “Fico muito feliz em participar desse momento histórico. Esse Centro vai atender não somente o paciente com transtorno mental, mas vai acolher a família dessas pessoas. E a prefeitura sai na frente dando esse grande salto”, disse a parlamentar, acrescentando que, hoje, Manaus já tem um lugar onde funciona Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPSAD) — “e sabemos a quantidade de pessoas que hoje têm esses problemas com álcool e droga. Esse espaço vem para somar”, continuou Socorro.

A vereadora Professora Therezinha Ruiz, que também destinou uma cota de R$ 100 mil para o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Benjamim Matias Fernandes, destacou o esforço da prefeitura, da Secretaria de Saúde e Ação Social, para minimizar as demandas de pessoas que precisam do atendimento. “Determinei essa emenda para ampliar e melhorar a estrutura para o atendimento dessas demandas”, completou a parlamentar.

Na ocasião, Arthur Neto agradeceu o apoio das emendas parlamentares para a realização da obra, e aproveitou para dizer que o Governo Federal deveria ter a mesma sensibilidade aos pleitos da prefeitura de Manaus. “Seria muito mais digno e mais justo. Mas, mesmo sem o apoio da União, já conseguimos, com muito esforço, entregar quatro Caps, um deles dedicado a drogados e alcoólatras. Hoje, entregamos esta obra singela que vem fazer o bem para os doentes mentais a fim de melhorar o drama de pessoas e familiares que passam por esse problema”, disse Arthur Virgílio.

Homero de Miranda Leão observou que o espaço vai ofertar, além do atendimento e internação, caso haja necessidade, medicamentos, oficinas terapêuticas, visitas e atendimentos domiciliares, práticas corporais e expressivas, atenção em situações de crise e atividades comunitárias, com foco na integração de pessoa na comunidade e no ambiente familiar. “É um serviço de portas abertas, tanto para a entrada, quanto para a permanência”, observou o secretário.

Efthimia Simões, gerente da Rede de Atenção Psicossocial, destacou que o Caps, vai funcionar 24 horas, durante toda a semana, inclusive, finais de semana e feriados. Como explicou a gerente, o Centro já existia, mas funcionava somente durante o dia. “Agora estamos em um espaço maior, para atender com melhor qualidade aos usuários. Temos 16 leitos de acolhimento para as pessoas que precisarem permanecer no serviço médico, podendo ficar até sete dias”, ressaltou a gerente.

De acordo com ela, a demanda é livre sem precisar de encaminhamento. O Caps conta com uma equipe multidisciplinar de 50 profissionais da área da Saúde, entre médicos clínicos, psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros. “É uma equipe completa que vai atender especificamente pessoas com transtorno mental”, completou Efthimia Simões.

O Centro tem o objetivo de promover assistência qualificada a pessoas com transtornos mentais graves e persistentes, em um ambiente inclusivo, acolhedor e direcionado à reinserção social dos usuários e cuidado aos familiares.

O Caps Benjamin Matias Fernandes dispõe de hospitalidade noturna, com seis leitos femininos e 10 masculinos. Em período de 30 dias, o paciente tem direito até duas semanas de permanência.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close