Vereadores abordam na tribuna da CMM o trânsito violento do final de semana

CMM

Os oitos acidentes de trânsito registrados neste final de semana em Manaus – e que resultaram em quatro vítimas fatais e duas vítimas com escoriações leves -, foram um dos temas abordados pelos vereadores, na tribuna da Câmara Municipal de Manaus (CMM), na manhã desta segunda-feira (25).
Presidente da Comissão de Transporte, Viação e Obras Públicas (COMTVOP), o vereador Rosivaldo Cordovil (PTN) lamentou as mortes trágicas, bem como a violência verificada no trânsito neste fim de semana. Em sua fala na tribuna, ele propôs uma reunião, por meio da COMTVOP, com todos os órgãos envolvidos com o trânsito e o transporte na cidade de Manaus, para discutir entre outros assuntos segurança.
Para o vereador professor Bibiano (PT), os acidentes são um retrato da falta de políticas de mobilidade urbana na capital. Ele chamou a atenção para o fato de que duas das vítimas fatais – Francisjulio Soares Benfica, 13, e Emely Fernanda da Silva Matos, 6, trafegavam de bicicletas pela rua Ayrton Senna, no bairro União da Vitória, na zona Norte Leste, quando foram atropeladas por um ônibus da linha 320, no domingo à tarde -, poderiam ter as vidas poupadas se houvesse no local, uma ciclovia, ou espaço para que as bicicletas pudessem circular.
“O bairro União da Vitória, assim como outros bairros, tem direito a ter uma ciclovia, assim como calçadas para que os pedestres possam caminhar com segurança”, salientou. Segundo ele, os casos registrados neste fim de semana pedem um a reflexão do poder público, sobre o tema.

Além de criticar a atual gestão do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), o vereador Massami Miki (PSL) cobrou mais empenho do órgão em fiscalizar o trânsito de Manaus e também melhorar a sinalização da cidade.
Os vereadores Professor Samuel (PPS) e Roberto Sabino (Pros) chamaram a atenção para o fato de que apenas um secretário – no caso o titular do Manaustrans, Paulo Henrique Martins –, não irá resolver os problemas de segurança de trânsito de Manaus, mas é uma ação que envolve várias práticas, como disciplina e educação por parte dos condutores de veículos, bem como recursos para investir no Plano de Mobilidade Urbana.
“Por mês são mais de 4 mil veículos dando entrada nas ruas de Manaus, o que torna complexa a resolução do problema. Precisamos melhorar sim o trânsito, mas também precisamos disciplinar os motoristas e pedestres, para garantir a segurança de todos”, observou Samuel.

O vereador Júnior Ribeiro (PTN), em seu discurso na tribuna, além de lamentar o grande número de acidentes, chamou a atenção para o Projeto de Lei (PL) nº 126/2014, de sua autoria, que tramita na Casa Legislativa, e tem como proposta resguardar os pedestres. De acordo com as explicações do parlamentar, as lombos-faixas, são faixas de pedestres especial, instalada em via pública de qualquer categoria, sobre piso elevado, construída no mesmo nível da calçada adjacente, em material próprio para tráfego de veículos. O dispositivo, segundo Júnior Ribeiro, diminui o risco de atropelamentos.
O vereador também cobrou os demais colegas de parlamento, para que algo seja feito para conter a violência no trânsito de cidade. “Temos que ajudar a resolver o problema de trânsito em Manaus. Vamos esperar morrer quantos mais para fazermos algo?”, indagou.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close