Tele Resgate do Cemasp alcança mais de 300 alunos infrequentes no ‘Aula em Casa’

Até o dia 11 deste mês, um total de 367 alunos da rede municipal de ensino foi resgatado pelo Centro Municipal de Atendimento Sociopsicopedagógico da Prefeitura de Manaus, coordenado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio do “Tele Resgate”. A estratégia foi criada para identificar os estudantes que não acompanham o projeto “Aula em Casa”, que disponibiliza atividades diárias aos mais de 450 mil alunos das secretarias municipal e estadual de Educação, pela TV aberta e internet.

O atendimento do “Tele Resgate” aconteceu em 37 unidades de ensino, entre educação infantil e ensino fundamental. O objetivo da ação é informar, orientar e sensibilizar pais e responsáveis dos estudantes quanto a importância do acompanhamento e interação da família com os filhos nas aulas televisionadas e on-line, quanto aos impactos e problemas vivenciados durante o período de isolamento social.

De acordo com a coordenadora dos Cemasps, Juciana Vieira da Cruz, o resgate acontece logo que os alunos são identificados como infrequentes no “Aula em Casa” pelas professoras, que entram em contato com a família para saber o motivo e, se ainda assim o estudante permanecer ausente no estudo a distância, o Cemasp é acionado. Logo que a família é detectada, iniciam as ações da equipe para resgatar os alunos e identificar o motivo pelo qual ele não está acessando as atividades pela televisão ou internet.

“Todas as nossas ações educativas nesse período de isolamento estão voltadas para os pais ou responsáveis dos nossos alunos. Nossa equipe entra em contato com essa família por meio de ligação, videochamadas e apresentamos vídeos educativos com orientações simples que mostram a importância do estudante acompanhar os conteúdos do “Aula em Casa”. Nesse período que estamos vivendo, apenas mudamos algumas estratégias, mas o objetivo das nossas ações é a mesma, resgatar alunos e familiares e promover uma rotina diária para que em casa ele possa estudar”, afirmou Juciana.

Durante todo o ano letivo, a Semed cria ações em combate ao abandono escolar. Em 2019, a rede municipal alcançou o índice de abandono escolar de 84,4%, atingindo 0,07%, ultrapassando a previsão de 0,91%. E para manter o fluxo escolar, mesmo em um ano atípico, a meta é fazer com que as crianças e os adolescentes sigam comprometidos com o estudo e, para isso, o acompanhamento dos professores, assessores pedagógicos e familiares é de extrema importância.

“O trabalho de conscientização do “Tele Resgate” é importantíssimo para que as famílias entendam a necessidade do aluno participar do Aula em Casa, para que, no retorno da aula presencial, nós não tenhamos abandono na rede municipal de ensino. O engajamento familiar colabora para que o aluno se mantenha entusiasmado com os estudos”, enfatizou a chefe da Gestão Integrada da Educação (Gide), da Semed, Musa Rosas.

A orientação com as famílias acontece com uma equipe multidisciplinar com pedagogos, psicólogos, fonoaudiólogos, psicopedagogos e assistentes sociais, que utilizam vários recursos como videochamadas, inclusão da família em grupos de conversa e postagens em rede social de folhetos para orientação aos pais e equipe técnica sobre assuntos pertinentes ao processo educativo durante o isolamento social.

Na escola municipal Zenaira Bentes Monteiro Pastor, localizada no loteamento Castanheira, bairro São José 4, zona Leste, com 683 estudantes matriculados e foram  identificados 135 alunos que não estavam acompanhando o projeto de casa.

“Desde quando as aulas iniciaram em casa, todos os professores montaram um Drive de acompanhamento, com frequência diária e evidências dos alunos. Tudo era encaminhado para equipe pedagógica da escola e também entramos em contato com a família. Dos alunos que não conseguimos contato nenhum, nós identificamos para o Cemasp, para que seja tomada as devidas providências”, explicou a gestora da unidade, Maria Inalva Silva.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close