Susam vai ampliar oferta de cirurgias de catarata e procedimentos oftalmológicos

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) está ampliando o atendimento em oftalmologia, com a contratação de 3,2 mil cirurgias de catarata a serem realizadas até o mês de julho, além dos 830 procedimentos que já são feitos por mês, em média.

Para ampliar a oferta deste tipo de cirurgia, a Susam está selecionando entidades privadas, para prestar os serviços por meio de convênio com Sistema Único de Saúde (Sus). O edital de chamada pública nº 001/2018 está em curso e deve ser concluído nos próximos dias. A secretaria também está programando editais para ampliar as ofertas de consultas ambulatoriais de oftalmologia.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, a atual gestão vem adotando medidas que permitam ampliar a oferta de atendimentos especializados e essa é uma delas, numa área onde há grande demanda.

São exemplos, também, as campanhas de mobilização, como a que ocorreu no período de 19 de fevereiro a 28 de março, ampliando a oferta de atendimento ambulatorial em oftalmologia. Nesse período, num esforço concentrado, policlínicas e prestadores de serviço realizaram 1.538 atendimentos.

Participaram da mobilização as policlínicas Antônio Reis, Antônio Aleixo, Codajás, Gilberto Mestrinho e Zeno Lanzini, além da Clínica de Olhos Harley Street, Clínica de Ultra Som de Olhos, Vision Clínica, Instituto de Oftalmologia de Manaus, Instituto de Cirurgia Ocular do Norte, Cedoa e Hospital Universitário Getúlio Vargas.

No interior, por meio do programa Amazonas Saúde Itinerante, a Susam realizou, entre janeiro e fevereiro deste ano, 1.500 consultas oftalmológicas. Os atendimentos foram realizados nos municípios de Iranduba, Tabatinga, Benjamin Constant, Atalaia do Norte, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Içá e Tonantins.

Nessas consultas, dependendo da necessidade, o médico faz a indicação do uso de óculos para o paciente, que são fornecidos gratuitamente pela Susam.

A lista de pacientes atendidos em cada município é definida pelas secretarias municipais de Saúde, de acordo com a necessidade da população. “Com esse trabalho, conseguimos atender uma demanda que em muitos municípios é grande, além de evitar que as pessoas se desloquem de suas cidades para Manaus, em busca de consulta oftalmológica”, afirma Francisco Deodato.

Em 2017, foram realizadas, por meio do Programa Amazonas Saúde Itinerante, 5,4 mil consultas oftalmológicas. Deste total, 2,2 mil pessoas apresentaram a necessidade de usar óculos. O programa Saúde Itinerante permite o acesso da população mais distante da capital ao atendimento especializado em saúde.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close