Susam reativa serviço de ressonância na Fundação Hospital Adriano Jorge

Aparelho de ressonância tem capacidade para atender até 25 pessoas por dia, auxiliado no diagnóstico, por exemplo, de lesões no crânio, coluna, joelho, ombro e tornozelo

A nova gestão da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) reativou, nesta quarta-feira (22/11), a máquina de ressonância da Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ). O aparelho estava inoperante há três meses por conta de problemas técnicos. Em pleno funcionamento, o equipamento tem capacidade para atender até 25 pacientes por dia.

“É a retomada de um importante serviço para o Hospital Adriano Jorge, que é referência na rede estadual em procedimentos cirúrgicos de alta complexidade na área de ortopedia. O não funcionamento deste equipamento estava dificultando o atendimento, porque era preciso transferir o paciente para fazer o exame em outra unidade”, observa o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato Guimarães, que está no cargo há um mês e meio.

De acordo com a diretora-presidente da FHAJ, Cristiane Sena, o setor de Ressonância do Hospital também atende pacientes de outras unidades da rede. “A gente vai poder prestar um melhor atendimento aos pacientes internados na unidade e aos demais da rede. A gente vai atender, por dia, de 15 a 20 pacientes, que já estavam aguardando os exames”, disse.

Encaminhamento – Durante o período em que a máquina estava inoperante, os pacientes da FHAJ que precisavam realizar ressonância eram encaminhados para outras unidades da rede estadual, como, por exemplo, o Hospital e Pronto-Socorro da Zona Norte.

A direção da FHAJ informou que, à medida que a demanda de atendimento de pacientes da própria unidade for diminuindo, será possível auxiliar outras unidades da rede. “A gente sempre faz exames para as outras unidades. Então, funcionando a nossa, a gente já dá apoio para as outras unidades”, destacou o diretor de Assistência Médica da FHAJ, João de Souza Alves.

O aparelho reativado na FHAJ auxilia, por exemplo, no diagnóstico de lesões no crânio, coluna, joelho, ombro e tornozelo. Somente na ortopedia, a unidade realizou de janeiro de 2015 a agosto deste ano 4.071 cirurgias.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close