Susam investiga surto de Doença de Chagas no município de Carauari

chagas_1

A Secretaria de Estado da Saúde (Susam) está investigando a origem de um surto de Doença de Chagas, registrado no município de Carauari (distante 789 quilômetros em linha reta de Manaus).

No último fim de semana, uma equipe formada por técnicos da secretaria, da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS) e da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) foi enviada ao município, após a notificação, na sexta-feira (dia 2 de janeiro), da ocorrência de casos da doença. Até segunda-feira (dia 5), já haviam sido confirmados 12 casos.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, além dos técnicos, a Susam também providenciou o envio de medicamentos e insumos para realização de exames, visando reforçar as ações de diagnóstico e tratamento precoce de possíveis novos casos da infecção.

Seis, dos 12 pacientes diagnosticados, foram encaminhados para Manaus, ainda no final de semana. Após avaliação e iniciado o tratamento específico, estão em acompanhamento ambulatorial pela FMT-HVD. Não há nenhum paciente internado.

De acordo com o diretor-presidente da FVS-AM, Bernardino Albuquerque, o trabalho da vigilância epidemiológica visa identificar a fonte de infecção e interromper a cadeia de transmissão da doença. O  número de casos registrados, acima do normal em um curto prazo de tempo, sinaliza para transmissão do Trypanosoma cruzi (o protozoário causador da enfermidade) por via oral e pelo consumo de alimentos contaminados com as fezes do vetor (o inseto conhecido como barbeiro).

Pelas informações preliminares colhidas pelos técnicos enviados no final de semana ao município, novamente os casos estão associados ao consumo do fruto.

No Amazonas, em 2014, foram notificados 3 casos confirmados de Doença de Chagas aguda. Em Carauari, durante todo o ano passado, nenhum caso foi registrado.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4538 contato@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close