SMTU vai intensificar combate à mototaxi pirata e exigir uso da tabela de preços

KV-MOTOTAXISTAS (1)
Imagens: Karla Vieira

A Prefeitura de Manaus, por meio da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), vai intensificar a fiscalização para retirar de circulação os mototaxis piratas, a partir da próxima segunda-feira, 24. Também a partir desta data, será obrigatório o uso da tabela de preços das corridas, por parte dos motaxistas regulamentados. De acordo com as regras já estabelecidas, cada quilômetro rodado custará ao passageiro R$ 1, mais a bandeirada, no valor de R$ 3.

O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira, 19, pelo superintendente da SMTU, Pedro Carvalho, após reunião realizada entre secretários municipais e uma comissão representando os mototaxistas legalizados.

Pela manhã, a categoria fez uma manifestação em frente ao prédio da prefeitura, pedindo a fiscalização e outras reivindicações. O próprio prefeito Arthur Virgílio Neto conversou com as lideranças, por telefone, e encaminhou a reunião com os secretários. Ele garantiu que o poder público vai fazer o necessário para atender às reivindicações dos que já estão legalizados, mas sem esquecer os trabalhadores que estão se legalizando com a abertura da nova licitação.

Após a reunião, Pedro Carvalho confirmou que as fiscalizações serão intensificadas.

As zonas Norte e Leste serão as primeiras áreas fiscalizadas. A estimativa é que existam mais de 6 mil mototaxis piratas rodando em Manaus. O número de mototaxistas habilitados é de 1679. Uma nova licitação será aberta em janeiro.

Durante a reunião, o superintendente destacou a fixação no valor da corrida que será cobrada pelos mototaxistas legalizados e a preocupação com a segurança dos passageiros.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4538 contato@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close