Senador Eduardo Braga será Ministro de Minas e Energia

Plenário do Senado

 

A presidente Dilma Rousseff destinará seis pastas para o PMDB na montagem do ministério de seu segundo governo. Como antecipou o Broadcast, serviço da Agência Estado de notícias em tempo real, o PMDB receberá Minas e Energia, com o senador Eduardo Braga (AM), Turismo, com o deputado Edinho Araújo (SP), Agricultura, com a senadora Kátia Abreu (TO), Secretaria de Aviação Civil, com o deputado Eliseu Padilha (RS), Pesca, com o deputado Hélder Barbalho (PA), e receberá também o controle da Secretaria de Portos. O titular da pasta ainda está sendo definido.

Como recebeu Pesca, que estava com o PRB, e Portos, que estava ligado ao clã dos Gomes, do PROS, o PMDB abrirá mão do Ministério da Previdência Social. A expectativa era que a pasta fosse destinada ao presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), que ficará sem mandato. Mas o próprio PMDB não fazia questão de manter o controle desse ministério, que considerava de baixa visibilidade política.

Com a nova divisão feita por Dilma, o PMDB passa a controlar parte expressiva da infraestrutura do governo, já que comandará Minas e Energia, Aviação Civil e Portos simultaneamente.

A negociação política entre Dilma e o vice-presidente Michel Temer, que preside nacionalmente o PMDB, avançou bastante nesta terça-feira. A confirmação do anúncio, porém, poderá esperar para ser feita em bloco na próxima semana pela presidente.

Related Articles

Check Also

Close
Close