Seinfra intensifica obras de duplicação da Manuel Urbano nos primeiros 15 quilômetros da rodovia

FOTO: JOEL ARTHUS / AGECOM

As obras de duplicação da AM-070, pelo Governo do Estado, intensificaram nesta quarta-feira, 16 de julho, com o avanço do asfaltamento de um trecho de 15 quilômetros da estrada que liga Manaus ao município de Manacapuru. No total, o serviço de duplicação compreende 78 quilômetros da AM-070. Os 15 quilômetros iniciais correspondem ao trecho liberado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan) após conclusão de estudos arqueológicos.

Em paralelo ao trabalho da duplicação, o Governo do Amazonas também está trabalhando em várias partes da rodovia com a operação tapa buraco, com o intuito de melhorar a trafegabilidade da via.

De acordo com a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), após o asfaltamento dos primeiros 15 quilômetros, o tráfego de veículos será desviado para a parte nova da estrada enquanto a atual passará por intervenções. A continuidade do serviço de asfaltamento se dará conforme liberação do Iphan, que já avalia os relatórios arqueológicos de outros trechos da rodovia para liberação de novas intervenções. “Estamos aguardando esses relatórios para iniciar outras frentes de trabalho, por exemplo, vindo de Manacapuru ou nas pontes do Miriti e Ariaú. O Iphan, apovando o relatório, além de 15 quilômetros, vamos poder trabalhar em até outras cinco novas frentes de trabalho. É um período importante para avançarmos as obras por causa do verão”, disse a titular da Seinfra, Waldívia Alencar.

Desde o inicio da semana passada o Governo do Estado trabalha na recuperação de vários trechos da estrada próximo ao município de Manacapuru, prejudicados principalmente pela ação das chuvas. Até o final dessa semana a trafegabilidade nessas áreas deve ser melhorada.

Projeto de Duplicação – O projeto de duplicação da Manoel Urbano prevê impactos na economia de vários municípios das regiões do Médio Solimões, Purus e Juruá, pois vai ajudar no escoamento da produção a partir do porto de Manacapuru. A obra da duplicação complementa o planejamento de desenvolvimento dessa região a partir da construção da Ponte Rio Negro.

Na etapa inicial das obras foi executada a mudança na linha de baixa tensão com a remoção de 35 quilômetros de postes de iluminação, limpeza das faixas de domínio e dos bueiros, além de obras de infraestrutura, como o estaqueamento de pontes. Mais recentemente, foi executado obra de nivelamento e imprimação do solo para receber a capa asfáltica em diversos trechos.

De acordo com o projeto, a rodovia terá duas pistas com 7,10m de largura, duas faixas em cada pista, além de canteiro central, acostamento e drenagem de 2,30m para cada lado, em uma largura total de 18,80m.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4538 contato@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close