Rio Preto da Eva deve aumentar área de plantio de banana no Estado com apoio do Fundo de Promoção Social

A comunidade Nova Esperança no Ramal do Banco, no município de Rio Preto da Eva (a 69 quilômetros de Manaus), deve ampliar em 25% a área de plantio de banana na região, ainda neste ano. O crescimento terá auxílio dos implementos agrícolas entregues nesta sexta-feira (02/02) pelo Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) para 150 famílias da Associação dos Produtores Rurais da Comunidade Nova Esperança (Asprones). Assim como a Asprones, mais 25 famílias da cidade de Itacoatiara (a 270 quilômetros da capital) também foram beneficiadas com um transporte que vai ajudar no escoamento agrícola da Associação de Produtores Rurais de Região Norte (Aspronorte).

As entregas para as duas associações foram feitas pela presidente de honra do FPS, Mônica Mendes, na sede da Asprones, em Rio Preto da Eva. Os implementos vão contemplar somam um investimento total de 187, 2 mil.

A comunidade Nova Esperança é uma das principais produtoras de banana do município de Rio Preto da Eva, tendo um volume anual de produção em torno de 1,5 mil toneladas, e uma área agricultável de 200 hectares.

Os implementos entregues foram: Enxada rotativa;Distribuidor de calcário; Roçadeira; Perfurador de solo; Grade aradora; Grade nivelado hidráulica; Arado subsolador hidráulico e Pulverizador atomizador.

Foto: ROBERTO CARLOS/SECOM

Os equipamentos são frutos do Termo de Fomento ente o FPS e a Asprones, no valor de R$ 98,2 mil, o caminho a trilhar é da renovação do solo para melhorar a produção. “Nossa meta é chegar a 250 hectares de área plantada. Hoje temos um grande volume de produção e queremos manter esse patamar de produção para melhorar nossa qualidade de vida. Com esses equipamentos, vamos melhorar o solo para ajudar no trabalho”, afirmou o presidente da Asprones, Luiz Abreu. 

 Além de Rio Preto da Eva, foram beneficiadas também 25 famílias da Associação dos Produtores Rurais de Região Norte (Aspronorte), que tem a sede em Itacoatiara (a 270 quilômetros de Manaus), com um caminhão-baú com capacidade de duas toneladas. O investimento foi de R$ 89 mil.

 “Hoje temos uma produção de banana em torno de 300 tonelada, ao ano, e de laranja com 400 toneladas. Vamos agora alavancar a produção de abacaxi com o apoio também desse caminhão”, disse a produtora rural, Fernanda Rodrigues.

A Aspronorte fornece os alimentos para Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme), além das feiras da Associação Desenvolvimento Sustentável (ADS), em Manaus.

A presidente de honra do FPS, Mônica Mendes, ressalta que a mecanização pode retomar o crescimento na agricultura. “É esse apoio que o FPS se propõe em nosso Estado para o setor primário que precisa desenvolver importantes projetos que vão melhorar a vida das famílias amazonenses. E essa é uma orientação do governador Amazonino Mendes que busca dar soluções para os desafios do trabalhador rural”. 

O FPS apoia projetos sociais de organizações no âmbito das políticas estaduais voltadas à inclusão produtiva, bem como instituições que trabalham e contribuem para a viabilidade econômica das ações voltadas às populações urbanas e rurais. A seleção dos projetos é realizada, através do edital, que segue as diretrizes da Lei Federal 13.019/2014 alterada pela Lei Federal 13.204/2015 e Decreto Federal n.º 8726/2016, que estabelece o Marco Regulatório referente à atuação das Organizações da Sociedade Civil (OSCs) em vigor desde o dia 23 de janeiro de 2016. A norma estabelece regras para as parcerias dessas organizações com o poder público nas esferas federal, estadual e municipal.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close