Reabertura do Centro de Convivência do Idoso atrai população

Com a reabertura do Centro de Convivência do Idoso nesta segunda-feira (10/08), o movimento de novos e antigos frequentadores já pôde ser visto desde as primeiras horas do dia. O espaço de integração social e lazer localizado na rua Wilkens de Matos, bairro Nossa Sra. Aparecida, zona sul da capital, é um dos sete Centros de Convivências da Família administrados pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), que voltaram a atender a população nesta manhã.

O retorno parcial das atividades foi motivo de alegria para a aposentada Rose Santos, 67, que soube da notícia pela televisão. Praticante de dança, hidroginástica e fisioterapia no centro, ela revela não ter hesitado em visitar o local na manhã de reabertura e exalta o sentimento que carrega para o retorno.

“Fiquei muito feliz porque aqui eu me sinto bem, tenho o conselho dos professores, dos amigos e isso é muito importante. Muitas das vezes, o que a gente não tem em certos lugares a gente encontra aqui e eu me sinto muito feliz em retornar”, diz Rose, que aproveita para revelar o principal motivo para a visita. “O que eu vim fazer foi saber como é que vai ser o novo procedimento. Por isso eu vim aqui e já fui muito bem atendida”, explica.

Em alguns, as marcas deixadas pela pandemia vão além dos transtornos causados pelo isolamento em si. Para João Cordeiro, funcionário de um hospital da rede pública, o período foi de muita incerteza. Agora, com a retomada das atividades seguindo protocolos rígidos de segurança e saúde, João diz que se sente seguro para voltar a praticar suas caminhadas e reencontrar os amigos.

Fotos: Artur Castro/Secom

“Graças a Deus que eu ainda estou aqui, porque eu sempre cumpro minhas obrigações, ajudo todo mundo que eu posso ajudar e acho que Deus me tem aqui para continuar ajudando as pessoas até quando ele quiser. Voltei para cá, para a atividade de novo e daqui retorno para casa”, diz.

Frequentadora assídua do Centro de Convivência do Idoso desde sua fundação, há 12 anos, a aposentada Margarida Queiroz não esconde o sorriso ao falar sobre a felicidade de poder retornar ao local que considera sua segunda casa. No auge de seus 66 anos de idade, Margarida frequenta as aulas de hidroginástica, musculação, natação, karatê e sessões de fisioterapia, todas atividades oferecidas no local.

“É uma felicidade e tanto porque a gente passou esses meses sem poder vir para cá, sem ver nossos amigos, as caminhadas e todos os serviços que a gente faz aqui. Então, é uma felicidade e tanto. Espero que volte mais rápido para a gente poder abraçar os amigos e fazer o que fazíamos antes, as nossas caminhadas, tardes dançantes, porque disso eu tenho saudade dessas tardes dançantes”, revela a aposentada.

Reabertura – A partir desta segunda-feira (10/08), todos os sete Centros de Convivência da Família e do Idoso realizam o retorno gradual de suas atividades para o público. Os espaços retomam o funcionamento seguindo todas as orientações dos órgãos de saúde e funcionarão com 50% da capacidade máxima das 8h às 20h. Os atendimentos psicossocial no Centro de Convivência do Idoso serão realizados das 8h às 17h mediante agendamento prévio pelo telefone (92) 3878-6200.

Close