Promotor de Coari pede a volta das reuniões religiosas indo na contramão da Organização Mundial da Saúde-OMS

O Promotor da comarca do município de Coari no interior do Estado do Amazonas, Wesley Machado, está pedindo a suspensão da vedação temporária de aglomeração de pessoas em reunião de cunho religioso, tais como cultos, missas e similares e, ainda por cima está sugerindo que isso fique sob decisão da população local. 

Haja visto que tanto o poder Executivo Estadual do Amazonas quanto o poder executivo municipal de Coari estão seguindo estritamente todas as recomendações da Organização Mundial da Saúde- OMS, assim como do Ministério da Saúde, seria no mínimo temerário para não dizer extremante perigoso permitir neste momento tão delicado que passa o planeta, deixar a cargo da população , a decisão de se ajuntarem em reuniões que poderiam certamente possibilitar a contaminação dos mesmos pelo altamente contagioso e por vezes letal COVID-19.

Veja os principais pontos da solicitação do promotor:

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close