Programação especial celebrou 352 anos de Manaus no Largo de São Sebastião

Espetáculo no Teatro Amazonas e inauguração de réplica da cúpula foram destaques para quem visitou o local no domingo (24/10)

Os manauaras que foram ao Teatro Amazonas e ao Largo de São Sebastião neste domingo (24/10) celebraram os 352 anos da capital do Amazonas com uma programação artística e educativa de forma gratuita. Os espetáculos “Manaus, Mana, Maninha”, do Balé Folclórico do Amazonas, e “Quero Voltar a Sorrir”, com grupos do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro; a inauguração da réplica da cúpula do Teatro e a distribuição da revista “Coquetel”, em alusão aos 125 anos do patrimônio histórico, foram os destaques.

A programação oferecida pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, começou às 11h, com o espetáculo “Manaus, Mana, Maninha”, do Balé Folclórico. O grupo contou a trajetória de Manaus pela diversidade da capital amazonense, desde o povo hospitaleiro à beleza arquitetônica, com uma síntese de elementos folclóricos, musicais, religiosos e culinários.

“Fizemos uma linha do tempo com a Manaus antiga, de uma forma bem leve, bem sutil e juntamos características que temos nos nossos espetáculos. O Balé Folclórico está sempre inovando, e ‘Manaus, Mana, Maninha’ também teve muita novidade”, contou Conceição Souza, diretora do corpo artístico.

FOTOS: Michael Dantas e Moacyr Massulo

Às 17h teve a primeira sessão do espetáculo “Quero Voltar a Sorrir”, que, por meio dos personagens infantis Coaraci e Jaci (Sol e Lua em tupi-guarani), fez com que as famílias aprendessem curiosidades históricas sobre Manaus e o Amazonas, a vida ribeirinha e os diversos ritmos que fazem parte da região Norte, por meio de apresentações musicais, com bailarinos e coral.

O espetáculo teve duas sessões, a última às 19h, e foi protagonizado pelos grupos artísticos do Liceu: o Grupo Experimental de Teatro, Camerata de Violões, Orquestra Jovem Claudio Santoro, Orquestra de Repertório Popular, Balé Jovem Claudio Santoro e os Corais Adulto, Infantil e Infantojuvenil.

A autônoma Sueli Ferreira de Brito viu o espetáculo com a filha, Luani, de 6 anos, que estava no Teatro Amazonas pela primeira vez, e a sogra. “Eu adorei cada detalhe da apresentação e aprendi muita coisa sobre Manaus. A parte que mais gostei foi quando dançaram carimbó”, disse Sueli.

A cozinheira Kate Melo também compareceu com a filha, Rebeca, de 6 anos, para a primeira sessão do espetáculo. “Achei muito legal por ser algo cem por cento sobre a nossa cultura e sobre a nossa região, até passando pelos nossos ritmos. Não foi algo apenas lúdico, mas educativo. Foi uma bela forma de comemorar o aniversário da cidade. A única coisa que não gostei, foi que acabou”, comentou.

Coloque

Réplica da Cúpula – Os visitantes e turistas do Largo de São Sebastião agora terão mais um atrativo no local com a réplica da cúpula do Teatro Amazonas. Projetada pelo artista plástico Jandr Reis, a estrutura inaugurada na noite de domingo faz parte das comemorações de aniversário de 125 anos do patrimônio histórico e dos 352 anos de Manaus. A inauguração contou com a presença do secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz.

“Neste dia muito significativo, por ser aniversário da nossa querida cidade de Manaus, o Governo do Amazonas entregou à população uma programação especial, começando pela reabertura do Parque Rio Negro, totalmente revitalizado, que já recebe o ‘Bora pro Parque’, com programação para família, e aqui tivemos espetáculos maravilhosos, além da entrega da réplica da cúpula, mais uma atração no cartão-postal que é o Largo para as pessoas visitarem”, declarou o secretário.

FOTOS: Michael Dantas e Moacyr Massulo

A inauguração da réplica contou a presença ilustre do ex-governador do Amazonas, Eduardo Ribeiro, e de barões amazonenses da Belle Époque, revividos por atores, que passearam pelo local. Os atores tiraram fotos com os turistas do Largo e também explicaram curiosidades sobre o Teatro Amazonas.
A turismóloga Eliane Gomes compareceu ao Largo e acompanhou a inauguração da réplica com o filho e a irmã, e elogiou a programação. “Eu adorei a programação hoje, e a réplica está muito bonita, é o tipo de coisa que temos que ter sempre porque passa conhecimento sobre a nossa história”, destacou.

Revista ‘Coquetel’ – Tanto durante as sessões do espetáculo “Quero Voltar a Sorrir”, como durante a inauguração da réplica da cúpula do Teatro Amazonas, o público recebeu exemplares gratuitos da revista “Coquetel”, edição comemorativa do aniversário do patrimônio cultural, com passatempos diversos.

“São brincadeiras para toda a família, como caça-palavras e cruzadinhas, que contam um pouco da história do Teatro Amazonas, como as atrações que já passaram pelo local, artistas que decoraram o patrimônio e muito mais. Conhecendo um pouco da história do Teatro, o público também conhece um pouco mais de Manaus”, explicou o secretário Marcos Apolo Muniz.

Coloque

Naia Abtibol e a sobrinha Lara Souza, de 8 anos, começaram a resolver as brincadeiras da revista logo após receberem os exemplares. “Eu gostei muito das curiosidades encontradas, coisas que eu não sabia e estou gostando muito”, comentou Naia. “Eu já visitei o Teatro Amazonas, cresci conhecendo, mas não sabia que ia fazer 125 anos, achei que era mais antigo, acho que a revista vai ser muito interessante para mim”, disse a Lara.

A publicação será distribuída gratuitamente nos espetáculos infantis apresentados no Teatro Amazonas.

Related Articles

Close