Professores vão às ruas em Borba reivindicar o pagamento do reajuste do piso salarial da categoria

Os professores do município de Borba (distante 150 Km de Manaus) fizeram na noite desta segunda-feira (8), uma manifestação para reivindicar o pagamento do piso salarial da categoria que não é reajustado desde 2020. Pela Lei Orgânica de Borba, o piso salarial dos professores deveria ter sido reajustado em maio, no entanto, até o momento o reajuste não foi repassado aos docentes.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Professores Municipais de Borba (SINPEP), Jaciclei Linhares, no dia 8 de julho o prefeito Simão Peixoto convidou representantes do sindicato para uma reunião onde ficou acertado que seria formada uma comissão com representantes dos professores e da prefeitura para efetivação do pagamento do piso salarial, porém isso não aconteceu.

“Fizemos essa manifestação para reivindicar o que é direito nosso. Há um mês o prefeito nos convidou para uma reunião na residência dele e garantiu que iria pagar o piso salarial. Falou que ia montar uma comissão e nos convidou para fazer parte dela, mas nada aconteceu. Enviamos um documento para Câmara dos Vereadores pedindo espaço de fala no plenário, para pedir ajuda deles, mas ficou para próxima sessão, na segunda-feira a noite”, informou.

Segundo o presidente do sindicato, até o início da tarde desta terça-feira nenhum contato foi mantido entre a Prefeitura de Borba e o Sindicato dos Professores do município com o objetivo de tratar sobre o tema. “Infelizmente nosso pleito permanece sem respostas. Vamos acionar outras esferas, vamos à Justiça para ter o nosso direito respeitado”, afirmou.

Valeriano Lucas

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com
Close