Prefeitura vai recuperar 500 abrigos de ônibus

Dentro dos investimentos programados para a melhoria do serviço de transporte público oferecido à população, a Prefeitura de Manaus vai recuperar 500 abrigos de ônibus de telha de barro. Os investimentos também abrangem a construção do novo Terminal de Integração, o T6, na zona Norte, além da reforma de 20 terminais de bairro e a construção de outros sete.

AF - 03-03-2015 - OBRAS - PARADA -SÃO RAIMUNDO Alexandre Fonseca (9)

A reforma dos 500 abrigos de ônibus está prestes a ir à licitação. Segundo o subsecretário municipal de Obras Públicas, Antônio Nelson, com o início do processo, o prazo para o início das obras é de 40 dias.

Os serviços de reforma dos abrigos serão executados por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). A reforma dos 20 terminais de bairro já começou pelo do São Raimundo, na zona Oeste. Na próxima semana, novas frentes de serviço deverão se espalhar por outros bairros.

“A prefeitura fez um levantamento e avaliou quais eram os pontos prioritários. Vamos trabalhar nessas frentes. Será uma reforma completa, abrangendo desde a sala onde ficam os motoristas e cobradores até a área dos banheiros. A cobertura e o calçamento também serão refeitos. Vamos atuar em parceria com a  SMTU (Superintendência Municipal de Transportes Urbanos)”, destacou Antônio Nelson.

Outros sete novos terminais de bairro também serão construídos no conjunto Renato Souza Pinto, na Cidade Nova; Parque das Nações, Areal do Mindu, União da Vitória, Conjunto João Paulo, no Santa Etelvina, e nas comunidades do Passarinho 1 e 2, no Nova Cidade.

O projeto para a construção do T6, na zona Norte, nas proximidades do Santa Etelvina, já foi finalizado pelo Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb). “Agora, vamos fazer o projeto básico e complementar para em seguida encaminharmos à licitação. Para essa obra, estamos buscando recursos da Corporação Andina de Fomento (CAF), que é um banco internacional, que deverá analisar recursos para a construção. Queremos entregar esse novo terminal até o fim de 2016”, explicou Antônio Nelson.

O novo terminal atenderá os usuários de uma das zonas que mais cresce na cidade, com maior demanda de transporte coletivo. “Qualquer terminal de integração é importante, porque permite maior flexibilidade na operação das linhas de ônibus. Até porque é impossível criar dentro das comunidades opções de transporte direto para todas as zonas da cidade. Com o terminal, você cria linhas alimentadoras e a partir dele linhas mais eficientes”, explicou o superintendente municipal de Transportes Urbanos, Pedro Carvalho, acrescentando que as linhas que serão atendidas pelo T6 hoje realizam itinerários e tempos de viagens longos. A previsão é que até 2016 os trabalhos sejam finalizados.

Outro terminal que deverá receber investimentos será o T2, da Cachoeirinha, que terá as áreas de embarque e desembarque ampliadas, substituição da estrutura da cobertura, que passará a proteger também a pista de circulação dos coletivos, a recuperação do calçamento, assentos, da iluminação e banheiros.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close