Prefeitura libera dose de reforço para crianças de 5 a 11 anos de idade a partir de segunda-feira, 9/1

Facebook
Twitter
WhatsApp
Vacinação contra covid-19

A Prefeitura de Manaus informa que a primeira dose de reforço da vacina contra a Covid-19, também chamada de terceira dose, será liberada para as crianças de 5 a 11 anos de idade a partir da próxima segunda-feira, 9/1. A incorporação da dose de reforço para esse público na Campanha Municipal de Vacinação contra a Covid-19 foi aprovada pela Agência Nacional de Saúde (Anvisa) e recomendada por meio de Nota Técnica do Ministério da Saúde.

Os detalhes sobre a nova fase da campanha foram repassados em coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira, 6/1, pela secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, acompanhada do subsecretário municipal de Gestão da Saúde, Djalma Coelho, e da gerente de Imunização da Semsa, Isabel Hernandes.

“As crianças que completaram o ciclo vacinal com a segunda dose há pelo menos quatro meses já poderão ser levadas aos postos, na segunda-feira, para receber essa dose adicional. O reforço deverá ser administrado com a Pfizer pediátrica, de frasco com tampa laranja, mesmo que a criança tenha recebido CoronaVac no esquema vacinal inicial”, explicou a secretária.

Shádia chamou atenção para o grande número de crianças que ainda não estão protegidas contra as formas graves da Covid-19 em Manaus, mesmo após diversos meses passados do início da imunização desse público. Conforme o Vacinômetro municipal (vacinometro.manaus.am.gov.br), cerca de 160,2 mil crianças nessa faixa etária tomaram a primeira dose, apenas 60% do público esperado (260,7 mil). Desse total, apenas 59% completaram o esquema vacinal com a segunda dose (94,6 mil).

“Gostaríamos de convidar os pais a levarem suas crianças em nossos postos de vacinação, principalmente aquelas que ainda não receberam nenhuma dose. A Semsa estima que mais de 80 mil já estão aptas para receber a dose de reforço, pois já completaram o intervalo de quatro meses após a segunda dose, e essa medida com certeza vai garantir os níveis de proteção adequados contra a doença”, disse.

A gerente de Imunização da Semsa, Isabel Hernandes, reforçou que a vacina é um direito das crianças, e os pais precisam ter responsabilidade de levá-las até os pontos de imunização. “As crianças estão prestes a voltar às aulas e muitas escolas exigem o comprovante de vacinação. Então peço que os responsáveis busquem nossas unidades, e lá mesmo eles podem emitir o certificado, para apresentar nas instituições de ensino”, afirmou Isabel.

Serviço

As crianças devem ser levadas por um responsável maior de 18 anos de idade, portando certidão de nascimento ou documento de identificação com foto, CPF ou Cartão Nacional de Saúde (CNS) e cartão de vacina. As vacinas do calendário básico infantil podem ser administradas juntas do imunizante contra a Covid-19.

Para o público de 5 a 11 anos de idade, a Semsa disponibiliza 34 pontos de vacinação contra a Covid-19 de segunda a sexta-feira, distribuídos em todas as zonas geográficas da capital, sendo que alguns estendem o funcionamento até as 20h. Aos sábados, a vacina é ofertada em dez endereços, que funcionam das 8h às 12h.

A lista completa com os locais de vacinação contra a doença, assim como os horários, públicos atendidos e vacinas disponíveis, pode ser acessada no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br), ou diretamente no link bit.ly/localvacinacovid19. A população também pode obter outros detalhes por meio das redes sociais da secretaria (@semsamanaus no Instagram e Semsa Manaus no Facebook).

Atrasados

Dados da Semsa mostram que mais de 619 mil usuários estão com a terceira dose atrasada e outros 481 mil estão com a quarta dose pendente.

Além das quatro doses para a população acima de 18 anos, atualmente a quinta dose está disponível para adultos com alto grau de imunossupressão.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS