Prefeitura atende moradores da zona rural atingida pela enchente

A Defesa Civil de Manaus enviou nesta quarta-feira, 17, um carregamento de madeira para a construção de maromba na Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo localizada na Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, zona rural de Manaus. O prédio já foi afetado com a subida do rio Amazonas e a maromba, segundo o presidente da comunidade, Jaime Cortez, vai evitar que as aulas sejam suspensas.
“A escola recebeu o projeto do governo federal, Mais Educação, e a gente não pode parar o programa, tem que continuar. Pra isso vamos construir as marombas” Explicou.

CHEIA
O posto de saúde Maria do Perpétuo Socorro recebeu o reforço no piso, em maio. Mas como o rio continua subindo outro reforço deve ser feito no local. Desde o início da cheia, 59 famílias que moram na comunidade tiveram de mudar as casas de posição, usando um recurso conhecido no interior do estado que é o de deslocamento do imóvel, seja subindo o piso, ou arrastando a casa para terra firme. Outro serviço realizado na comunidade foi o de controle de pragas e vacinação antirrábica, por meio do Centro de Zoonose. No local, as equipes da Defesa Civil constataram que por conta da cheia, os animais estão convivendo com as famílias dentro dos imóveis que já tiveram o espaço reduzido, e com isso, aumenta o risco de doenças. Na zona rural, 24 comunidades estão sendo atendidas pela Prefeitura, sendo 12 no rio Amazonas e outras 12 no Rio Negro. Nesses lugares onde grande parte das famílias vive da agricultura, a economia ficou comprometida. A principal fonte da economia doméstica é a agricultura que foi atingida desde o mês de abril. As plantações de jerimum, couve, maracujá e outros já foram perdidas e não há previsão para que eles retomem os trabalhos.

CHEIA
Segundo o secretário de Proteção e Defesa Civil, Aníbal Gomes, a assistência a essas famílias esta no plano de emergência enviado ao governo federal, que reconheceu a situação de emergência decretada pela Prefeitura de Manaus.
“já houve o reconhecimento federal. Mandamos o plano de trabalho e esperamos essa verba para que até a próxima semana possamos coloca-lo em prática”, disse.
As famílias já foram cadastradas e devem ser atendidas com ajuda humanitária pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close