Prefeito David Almeida apresenta projeto para implantação de passarela em frente ao TCE

O prefeito de Manaus, David Almeida, apresentou, na manhã desta terça-feira, 5/7, o projeto de revitalização viária da avenida Efigênio Salles, do trecho do viaduto Mário Ypiranga Monteiro até a entrada da avenida Via Láctea, na zona Centro-Sul da capital, ao presidente do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), Érico Desterro.

Com prazo de 12 meses para conclusão, a ação visa alargar a via e implantar uma passarela, em frente ao órgão fiscalizador, para extinguir o semáforo existente no local, que provoca retenção no trânsito. Após a finalização da obra, o TCE-AM irá assumir a manutenção da passarela.

Para o prefeito David Almeida, parcerias como essa serão fundamentais para a modernização e melhoria da mobilidade urbana de Manaus. “Nós estamos trabalhando a questão da mobilidade urbana no trânsito. Uma ação como essa, eliminação de um semáforo em uma via como a Efigênio Salles, que é uma das mais importantes, vem nos ajudar. Estamos trabalhando na construção de uma passarela e o alargamento desde a antiga Recife até a Via Láctea, na Morada do Sol. É uma obra complexa, que entre licitação e execução do projeto, nós temos uma estimativa de até 12 meses, mas acredito que possamos diminuir esse prazo. Estamos exatamente aqui na frente do TCE, porque essa passarela beneficia também o órgão. É uma parceria que estamos propondo ao presidente Érico (Desterro), que, ao construirmos essa obra, o próprio tribunal possa dar manutenção, cuidar, zelar por essa passarela, assim como outras ações que iremos fazer com outros poderes e outras instituições privadas”, enfatizou Almeida.

Durante a visita, o gestor municipal foi acompanhado pelo titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Renato Júnior, pelo subsecretário de Obras Públicas, Madson Rodrigues, e pelo titular da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), Israel Conte.

De acordo com o presidente do TCE-AM, Érico Desterro, a iniciativa da atual administração de Manaus deve servir de exemplo para os demais municípios, pois é inovadora e atende a uma demanda antiga da população. “Eu fico muito feliz, primeiro com a presença do prefeito de Manaus no Tribunal de Contas. Há muito tempo, os prefeitos vêm prometendo solucionar o problema da mobilidade aqui nesta via, sobretudo, em frente ao TCE. É um motivo de queixa da população, de uma forma geral a esse semáforo que interrompe uma via de muito trânsito. E eu comemoro isso. O prefeito revela que, ao fim da construção, o tribunal assumirá, ao menos parcialmente a manutenção, e é verdadeiro. Eu acredito que o futuro é este, que as instituições públicas e privadas façam parcerias com a prefeitura para manter praças, manter o aparelhamento da cidade comum para a sociedade. Se nós pudermos, nós iremos evidentemente levar isso adiante”, afirmou Desterro.

Segundo informações da Seminf, o alargamento da via irá modificar o canteiro central e contará com desapropriações pontuais. A nova calçada será de concreto e a construção da passarela será realizada em estrutura metálica pré-moldada, com a instalação de duas torres profundas com dois elevadores.

Madson Rodrigues confirma que o serviço deve ser realizado prioritariamente à noite, para evitar prejuízos no trânsito da cidade. “A passarela virá transportada por um guindaste, então provavelmente a passarela em si vai demorar, no máximo, seis meses. A obra toda será concluída em, no máximo, 12 meses. Fazendo ela pré-moldada, a interrupção do trânsito será mínima. Vamos trabalhar, sempre que possível, no período noturno”, concluiu o subsecretário.

Related Articles

Check Also

Close
Close