Preço médio da gasolina sobe pela 12ª semana consecutiva

Parece mentira, mas é a pura verdade, o preço médio cobrado pelo litro gasolina pelos postos de combustível do brasil  subiu pela 12ª semana consecutiva.

As informações foram divulgadas  nesta sexta-feira (19), pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Uma das atribuições da ANP é implementar a política nacional de petróleo e gás natural e garantir a proteção dos interesses dos consumidores quanto a preço, qualidade e oferta de produtos (Lei n° 9478/97, artigo 8º). Cumprindo essa determinação, a Agência promove uma pesquisa de preços semanal para acompanhar os preços praticados pelas distribuidoras e postos revendedores de combustíveis.

Atualmente, o Levantamento de Preços e de Margens de Comercialização de Combustíveis (LPMCC) abrange gasolina comum, etanol hidratado combustível (álcool etílico hidratado combustível – AEHC), óleo diesel não aditivado, óleo diesel S-10, gás natural veicular (GNV) e gás liquefeito de petróleo (GLP – botijão de 13 quilos), pesquisados em 459 localidades, de acordo com procedimentos estabelecidos pela Portaria ANP nº 202, de 15/8/2000.

Com a alta, apontada pela pesquisa que consultou 5.747 estabelecimentos no Brasil, o litro da gasolina é encontrado por, em média, R$ 4,194 pelos motoristas brasileiros.

O valor apurado na semana que termina neste sábado (20) é 0,26% maior em relação ao da semana encerrada no dia 13. No acumulado de 2018, a alta apresentada pelo valor do combustível é de 2,31%.

A pesquisa demonstra ainda uma variação grande no preço da gasolina dentro do País. De acordo com o levantamento, o valor cobrado pelo litro do combustível no País varia de R$ 3,549 a R$ 5,15.

O preço máximo pelo litro da gasolina, de R$ 5,15, foi verificado novamente no Estado do Acre, onde o valor médio pago pelo litro do combustível é R$ 4,736, preço 0,69% inferior ao pago na semana passada.

O Estado localizado na região Norte do País é seguido por Rio de Janeiro (R$ 4,646), Minas Gerais (R$ 4,412), Goiás (R$ 4,409) e Tocantins (R$ 4,399). Na contramão dos locais com o preço médio mais alto pelo litro da gasolina aparecem Maranhão (R$ 3,868), Paraíba (R$ 3,980), São Paulo (R$ 4,00) e Santa Catarina (R$ 4,006).

O etanol e o óleo diesel seguem a mesma trajetória da gasolina e voltaram a registrar alta de preços nesta semana em comparação à semana imediatamente anterior.

VEJA A PESQUISA COMPLETA

http://www.anp.gov.br/preco/

 

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close