População enfrenta poças para caminhar dentro do Terminal da Cidade Nova

O Terminal de Passageiros 3 (T3), localizado no bairro Cidade Nova (zona Norte), foi inspecionado  na segunda-feira (9) pela Comissão Especial de Políticas Públicas de Acessibilidade. E o que a Cepa encontrou foram diversas irregularidades que afetam não apenas as Pessoas com Deficiência (PcD) como a população em geral.

Manaus, AM 09/05/2015 - O deputado Luiz Castro (REDE) com o coordenador da Comissão Especial de Políticas Públicas de Acessibilidade (Cepa) Ronaldo André Brasil e o fiscal da SMTU Marcio dos Santos, fazem uma inspeção ao terminal de ônibus da Cidade Nova, o T-3, na tarde de segunda-feira (9) para verificar as condições de acessibilidade e de atendimento, oferecidas às pessoas com deficiência, nas plataformas de passageiros, bem como no embarque e desembarque dos ônibus. (Foto Alberto César Araújo/Aleam)
(Foto Alberto César Araújo)

Logo no acesso ao terminal a primeira dificuldade , pois não há rampas em boas condições para a subida e posterior passagem na catraca e então entrada no T3. Todas as rampas estão danificadas ou  não existem, o que dificulta imensamente o acesso dos idosos e pessoas que utilizam muletas. Além disso, a subida é íngreme e quem está de cadeiras de rodas precisa de um esforço hercúleo para subir.

Manaus, AM 09/05/2015 - O deputado Luiz Castro (REDE) com o coordenador da Comissão Especial de Políticas Públicas de Acessibilidade (Cepa) Ronaldo André Brasil e o fiscal da SMTU Marcio dos Santos, fazem uma inspeção ao terminal de ônibus da Cidade Nova, o T-3, na tarde de segunda-feira (9) para verificar as condições de acessibilidade e de atendimento, oferecidas às pessoas com deficiência, nas plataformas de passageiros, bem como no embarque e desembarque dos ônibus. (Foto Alberto César Araújo/Aleam)
(Foto Alberto César Araújo)

Ao chegar ao topo do Terminal, onde há o pagamento da passagem, o cadeirante deve aguardar o fiscal para abrir o portão, fechado não com um ferrolho ou cadeado, mas sim com uma corda.

Tanto na subida quanto na descida de acesso, há caneletas que atrapalham a passagem e podem causar acidentes, a comissão presidente testou a entrada para o banheiro, que não aconteceu: a cadeira de rodas não pôde passar. E mesmo se conseguisse, não existem porta nem suporte no sanitário destinado ao cadeirante.

Manaus, AM 09/05/2015 - O deputado Luiz Castro (REDE) com o coordenador da Comissão Especial de Políticas Públicas de Acessibilidade (Cepa) Ronaldo André Brasil e o fiscal da SMTU Marcio dos Santos, fazem uma inspeção ao terminal de ônibus da Cidade Nova, o T-3, na tarde de segunda-feira (9) para verificar as condições de acessibilidade e de atendimento, oferecidas às pessoas com deficiência, nas plataformas de passageiros, bem como no embarque e desembarque dos ônibus. (Foto Alberto César Araújo/Aleam)
(Foto Alberto César Araújo)

Uma das questões que mais chamou a atenção foi a poça no meio do T3, exatamente na rampa para a passagem. A equipe testemunhou idosos precisando contornar o local e cadeirantes sem alternativa passando por cima da água.

comi1

Outra problemática apontada acontece a partir das 19h. De acordo com o assessor da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Márcio dos Santos, é neste horário que ambulantes invadem o Terminal, tornando ainda mais problemática a passagem dentro do T3.

A equipe também fiscalizou a acessibilidade nos ônibus. Os primeiros cinco coletivos não tinham o elevador. Quando o sexto transporte apareceu, e o primeiro a ter o aparelho, o motorista acionou o equipamento, que não funcionou e impediu o cadeirante de seguir viagem.

Após a inspeção, a comissão  vai gerar um relatório com todas as questões apontadas. O documento será enviado ao Ministério Público do Estado (MP-AM), a SMTU e a Prefeitura de Manaus para as medidas cabíveis.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close