Polícia Civil doa pescado irregular apreendido por agentes do Batalhão Ambiental do AM

 

Servidores lotados na Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema), registraram, na manhã de quarta-feira, dia 5 de agosto, a apreensão de 209,5 kg de mercadoria irregular efetuada por agentes do Batalhão Ambiental do Amazonas (BPAmb-AM) em feiras localizadas nos bairros Coroado, na zona leste da capital; Novo Israel e Monte das Oliveiras, na zona norte.

show_img-41-500x281

De acordo com a delegada adjunta da Dema, Silma Pacheco, a fiscalização ocorreu entre 9h e 11h. Durante a ação foram confiscados 48 kg de piracatinga, 106 kg de tambaqui, 11 kg de pirarucu fresco, 16 kg de surubim e 28,5 kg de carne de porco-do-mato, considerados ilegais pelos funcionários do BPAmb-AM.

Os responsáveis pela mercadoria apreendida foram conduzidos à sede da Dema. No local, conforme Silma Pacheco, foram realizados três flagrantes e a assinatura de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

“Quatro feirantes foram apresentados na unidade policial. Três deles, que trabalham nas feiras do Coroado e Monte das Oliveiras, foram autuados pelo crime de comercialização ilegal de pescado em período de defeso. Um quarto feirante, que atua na feira situada no bairro Novo Israel, assinou TCO e responderá em liberdade por venda ilegal de carne de origem de animal silvestre”, informou Pacheco.

Os três infratores detidos com pescado irregular nas feiras localizadas nos bairros Coroado e Monte das Oliveiras também foram liberados após o pagamento de fianças, duas no valor de R$ 300 e outra de R$ 798, arbitradas pela autoridade policial. Os 28,5 kg de carne de porco-do-mato apreendidos foram descartados e o pescado doado ao Lar Batista Janell Doyle, que atende crianças em vulnerabilidade social.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4538 contato@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close