Pelci chega em São Gabriel da Cachoeira e mobiliza mais de mil pessoas em evento

Crianças e jovens de 8 a 17 anos estiveram no ginásio Arnaldo Coimbra para se inscrever nas modalidades de futsal, handebol, voleibol e jiu-jitsu

Na cidade cortada por rios e conhecida pela rica vegetação, o município de São Gabriel da Cachoeira (distante a 850 quilômetros), foi o primeiro núcleo do interior com o início de atividades pelo Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), para receber o Projeto Esporte Lazer na Capital e no Interior (Pelci).

A inauguração aconteceu nesta terça-feira (22/03), no ginásio Arnaldo Coimbra com a presença de mais de mil pessoas e as matrículas ultrapassaram a marca de 200 crianças e jovens nas modalidades de futsal, voleibol, handebol e jiu-jitsu.

“Sob a determinação do governador Wilson Lima, de expandir nossas ações, uma de nossas missões era que o esporte fosse descentralizado da capital e chegasse ao interior do estado. E assim como São Gabriel da Cachoeira, teremos as cidades de Tabatinga, Codajás, Envira, Fonte Boa e Humaitá para fomentar o desporto, pois além de que o alto rendimento começa na base, o Pelci também vai preparar cidadãos para o futuro”, disse Jorge Oliveira, diretor-presidente da Faar.

A demanda por vagas foi tão grande, que a administração do projeto já conta com uma lista de cadastro reserva para quando novas turmas forem sendo introduzidas ao cronograma de horários. As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, com a duração das 1h30 às 2h.

FOTOS: Divulgação/Faar

Ao todo, 147 alunos se matricularam para o futsal, sendo 35 em handebol, 45 no voleibol, além de aproximadamente 30 crianças e jovens vindos do projeto GFT Márcio Almeida, que irão integrar o jiu-jitsu no Pelci. O projeto também entregou 15 bolas de futsal, vôlei, handebol, basquete e futebol de campo, contando ainda com o fomento de 60 placas de tatames, cones, bambolês, kit de cartões e bombas de encher bola.

Vendo no projeto uma oportunidade de mostrar seu potencial no esporte de base, o jovem Brenilson Brazão, 15 anos, de etnia Baré, falou sobre a chegada do Pelci ao município de São Gabriel da Cachoeira.

“Eu espero ser um jogador profissional um dia, e o Pelci está chegando em São Gabriel da Cachoeira isso é muito importante para dar oportunidade e revelar grandes talentos e eu queria agradecer o governo por estar dando essa chance para nós”, disse Brenilson Brazão, morador na cidade que concentra a maior população indígena do Brasil, com um total de 23 povos.

Núcleos – Além de São Gabriel da Cachoeira, o Pelci também conta com mais cinco núcleos ativos na capital amazonense, que são a Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, o Ginásio Renné Monteiro, CDC da Compensa, Campo do Prosamim no Santo Agostinho e a Vila Olímpica de Manaus.

Machado Edson

REDAÇÃO PORTALDOAMAZONAS.COM (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close