“O Santo Antônio tem uma história antes e uma nova após a nossa gestão”, destaca prefeito David Almeida

O prefeito de Manaus, David Almeida, enfatizou, na noite de terça-feira, 16/8, que a atual gestão municipal já conseguiu reescrever a história viária do bairro Santo Antônio, na zona Oeste da capital amazonense. O local está recebendo ações do programa “Asfalta Manaus”, que busca recuperar mais de 10 mil ruas de toda a cidade nos próximos dois anos.

Fotos – Dhyeizo Lemos/Semcom

Acompanhado pelo subsecretário municipal de Serviços Básicos, da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Efraim Costa, o prefeito de Manaus fiscalizou os serviços realizados na rua José Trados, que receberá mais de 1.500 toneladas de asfalto para o seu recapeamento total.

“Só essa rua José Tadros, no Santo Antônio, tem 1,3 mil metros de extensão. Só nessa via, com o recapeamento realizado pela Prefeitura de Manaus, estamos colocando 1.500 toneladas de asfalto. Com essa quantidade de massa asfáltica, nós faríamos dois bairros de Manaus todo de tapa-buracos. Nós optamos por uma nova realidade. O mais fácil era fazer tapa-buracos. O mais difícil é fazer esse serviço que estamos fazendo. Só no Santo Antônio, estamos recuperando 26 ruas. Essa é a 14ª finalizada e estamos transformando a história desse bairro. O Santo Antônio tem uma história antes e depois da nossa gestão”, ressaltou David.

As ações do programa “Asfalta Manaus” contam com a coordenação das equipes de campo da Seminf. Antes de serem recapeadas, as ruas passam por um processo de fresagem para a retirada do antigo asfalto e nivelamento, para acabar com as imperfeições da via.

Fotos – Dhyeizo Lemos/Semcom

Mais obras

Antes do Santo Antônio, o chefe do Executivo municipal vistoriou as frentes de trabalho instaladas na Aliança de Deus, na zona Norte, e no bairro Nova Floresta, na zona Leste.

David Almeida fez questão de revelar que esse trabalho, realizado diuturnamente pela prefeitura, comprometeu a produção do Cimento Asfáltico de Petróleo (CAP) – um dos materiais utilizados na produção do asfalto – pelas refinarias de Manaus.

“Eu vou pela manhã visitar obras, vou à tarde e vou à noite. Nós estamos trabalhando em toda cidade de Manaus e aproveitando o nosso verão. Porém, agora, temos um grande problema: a refinaria não produz CAP suficiente para a gente produzir o asfalto. Ela nunca teve uma demanda tão grande de pedido. Talvez demore um pouco mais do que era programado, mas vamos fazer esse recapeamento em mais de 10 mil ruas da cidade de Manaus”, assegurou.

Machado Edson

REDAÇÃO PORTALDOAMAZONAS.COM (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close