O gato mais velho do mundo morreu com 31 anos, equivalem a 150 anos humanos

Michele Heritage, 51, adotou o gato mais velho do mundo quando ele ainda era um filhote. Rubble sempre recebeu muito amor, carinho como se fosse um filho  para a sua mãe humana.
Rubble, da raça Maine Coon, havia se tornado o bichano mais velho do mundo em maio de 2019.

“Ele era um companheiro incrível, com o qual eu tive o prazer de viver por tanto tempo”, afirmou. “Eu o peguei pouco antes do meu aniversário de 20 anos, quando ele era um filhotinho.”

Os 31 anos do animal equivalem a 150 anos humanos, no ano passado no Natal, Michele Heritage e seu esposo perceberam que Rubble estava diferente e logo, compreenderam que seria a última ceia ao lado dele.

“Ele envelheceu muito rapidamente no final, ele começou a parar de comer e só bebeu água. Ele ficou muito magro”, disse Heritage

Com muita tristeza Heritage lembra de seu gato: “Ele ficou muito magro. Fui trabalhar como de costume e, quando cheguei em casa, meu marido disse que Rubble havia saído para a rua, como fazia todos os dias, e nunca mais voltou, por isso acreditamos que ele saiu para morrer, como os gatos fazem”, Michele declarou.

Related Articles

Close