Novidade promete fazer despolpamento do guaraná sem fermentação

371ef2cbfd434a1f8b73e58092bb528c

 Os guaranicultores ganharam um apoio da ciência. Trata-se de uma máquina de despolpamento do fruto apreciado no Norte do País. Nativo do Amazonas, o guaraná já ganhou o mundo e, sob o olhar curioso da pesquisa agropecuária, incorpora gradativamente novos conhecimentos e tecnologias ao seu sistema de cultivo.

 A novidade é o despolpamento dos frutos/sementes sem ser necessária a fermentação, por meio de um maquinário adaptado e ajustado para a cultura do guaraná. Essa e outras informações vão ser apresentadas ao público no dia 19 de novembro, na sede da Agropecuária Jayoro Ltda., em Presidente Figueiredo, no Amazonas.  Tudo isso, durante dia de campo intitulado Sistema Mecanizado de Processamento Pós-Colheita de Guaraná: Nova Tecnologia, Novo Processo.

Conforme o pesquisador da Embrapa, Lucio Pereira Santos, o processamento pós-colheita de guaraná é o segmento da fase produtiva que demanda atenção especial, por ter implicações no rendimento e na qualidade do produto final.

A mesma lógica se aplica ao guaranicultor familiar. Em decorrência das cultivares superiores lançadas pela Embrapa, a produtividade da pequena propriedade cresceu nos últimos anos. Isso dificultou sobremaneira a realização do preparo e beneficiamento das sementes com as metodologias tradicionais.

Outros fatores importantes limitam a fase de pós-colheita sem o uso da mecanização adequada, como a necessidade de grandes espaços para fermentação dos frutos, Além disso, maiores consumos de energia, tempo e mão de obra, e da possibilidade de contaminação microbiológica da massa de grãos, assim como contaminações ambientais, especialmente dos cursos d’água, decorrentes da lavação das sementes.

A usina completa para o processamento pós-colheita – constituída pelo conjunto de equipamentos: desracemador, despolpador, lavador/separador de cascas/sementes, secador, dentre vários outros acessórios – passou por quatro anos de ajustes e adaptações. A tecnologia foi definida, testada e validada na Agropecuária Jayoro Ltda.. Durante o dia de campo, serão divulgadas diversas informações importantes, como custo final de investimentos para a aquisição, instalação, operacionalização e manutenção, personalizando os dimensionamentos em três categorias: pequena, média e grande propriedade.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4538 contato@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close