Nota técnica da SES-AM e FVS-RCP orienta que apenas pessoas com sintomas devem fazer teste rápido de Covid-19

Indivíduos assintomáticos não devem procurar centros de testagem, mesmo tendo tido contato com pessoas que testaram positivo

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) e a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) emitiram uma nota técnica conjunta, com recomendações para o uso de testes rápidos de antígenos (TR-Ag) para diagnóstico de Covid-19, na rede assistencial de vigilância no estado do Amazonas.

De acordo com a nota, os critérios de priorização do uso de testes recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) são: todos os casos que exigem hospitalização devido a sintomas respiratórios; indivíduos com sintomas respiratórios em qualquer nível de assistência; para transferências inter-hospitalares, como triagem/preparo para procedimentos cirúrgicos e pacientes que precisam ser hospitalizados por outros motivos, como como triagem para detecção de Covid-19 e isolamento/segregação no ambiente hospitalar.

Ainda segundo recomendações da OMS, indivíduos assintomáticos não devem procurar os centros de testagem, mesmo que tenham tido contato com pessoas que testaram positivo. Neste caso, os contatos assintomáticos poderão ser testados apenas em casos de investigação/contenção de surtos em ambientes hospitalares.

Foto: Rodrigo Santos/SES-AM

O Secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, explica que a medida é para dinamizar a rede de atendimento, já que os centros de testagem e as unidades de saúde registram alta demanda de pessoas que buscam apenas a testagem.

“Um dos critérios da nota técnica é que só vá a um posto de testagem quem tiver sintomas. Existem outros pacientes que precisam de atendimento. Se sobrecarregarmos os serviços de saúde com a realização de testes atrasa todo atendimento. Então, por favor, se você vai somente testar, se tem sintomas leves, você pode vir aqui ao Centro de Testagem. Quem não tem sintoma, não deve procurar os locais de testagens”, afirmou Anoar Samad.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, destaca que a atual situação epidemiológica da Covid-19 no Amazonas é caracterizada por rápido aumento do número de casos; e consequente aumento repentino do uso de testes rápidos para diagnóstico.

“Em locais com disponibilidade limitada de testes, é preciso realizar testes atendendo aos critérios de apresentação de sintomas respiratórios, em qualquer nível de assistência à saúde, e pacientes que precisam ser hospitalizados por outros motivos”, detalha Tatyana.

A secretária executiva de Atenção Especializada da Capital da SES-AM, Adriana Elias, reforça que os testes rápidos são direcionados à triagem de pacientes com Covid-19. “Com o teste, é feita a orientação de forma rápida sobre a decisão clínica para o adequado manejo e isolamento dos casos positivos. Por isso, a importância de serem testados os casos sintomáticos respiratórios e os pacientes que deverão ser internados por causas clínicas ou cirúrgicas”, explicou a secretária.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), esclarece que as medidas de prevenção mais efetivas continuam sendo a vacinação plena, o uso correto de máscaras, evitar aglomerações e manter ambientes abertos e bem ventilados.

 

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close