Norte possui maior índice de inovação em biotecnologia e aumento de pessoal técnico-científico

FOTO - DIVULGAÇÃO
FOTO – DIVULGAÇÃO

A região Norte possui a maior taxa de inovação em biotecnologia do País, bem como registrou um crescimento de 12% relacionado à mão de obra técnico-científica, número superior aos 10% observados no Brasil, no período entre 2011 e 2013. Os dados estão na última edição dos Cadernos de CT&I Amazonas, com o título “Inovações em Biotecnologia e Nanotecnologia no Brasil a partir da Pesquisa de Inovação (Pintec) 2011 – o Pessoal Ocupado Técnico-Científico (POTec) na Região Norte”.

Esse crescimento do POTec chama a atenção, segundo Moisés de Andrade Coelho, chefe do Departamento de Relações Interinstitucionais e Indicadores de CT&I (DIN), da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti-AM) e coordenador da pesquisa, pelo fato da região possuir pequena parcela de participação de mão de obra qualificada, se comparada às demais regiões do País.

Nesta quarta edição dos Cadernos, a Secti-AM apresenta análises da Pesquisa de Inovação Tecnológica (Pintec) considerando os resultados das inovações em biotecnologia e nanotecnologia no Brasil, com destaque para as características do pessoal ocupado técnico-científico (POtec) no Norte do País.

As pesquisas tiveram como objetivos construir cenários de difusão das atividades relacionadas ao uso, produção, pesquisa e desenvolvimento (P&D) da biotecnologia e nanotecnologia, a partir das principais características conceituais, metodológicas e operacionais da Pintec, uma vez que tecnologias emergentes têm despertado interesses tanto das empresas quanto dos formuladores de políticas, que as veem como importantes instrumentos propulsores de inovação, crescimento e desenvolvimento.

O Amazonas aparece na 13ª colocação, com 30.677 pessoas técnicas ocupadas, colocando o Estado em destaque em relação a outras unidades federativas. Na região Norte, Amazonas e Pará concentram ¾ do POTec. O Pará com 29.548 profissionais atuando nestes segmentos.  Em seguida, evidencia-se Rondônia como terceira força na região, especialmente por conta das hidrelétricas, seguido pelo Tocantins, com elevado crescimento nos últimos anos.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4538 contato@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close