“Não foi um ataque, foi defesa do tubarão, eu o assustei’ Diz sufista mordido no rosto por tubarão

O surfista Vinícius Cavalcanti, que se chocou com um tubarão, na praia Cacimba do Padre, em Fernando de Noronha, falou nesta sexta-feira (15) sobre o incidente. Ele levou uma mordida na cabeça e conta que levou 83 pontos. Apesar disso, faz questão de afirmar que não ocorreu um ataque do animal e que está ansioso para voltar a surfar.

Não foi um ataque, foi defesa do tubarão. Creio que, de alguma forma, eu assustei ele. Uma coisa grande em cima dele. Ele não atacou, ele só foi dar uma mordida leve, rápida, só tocou e saiu. Quero ficar bom para voltar a surfar”, conta Vinícius, que tem 31 anos de idade, é advogado e trabalha como vendedor de açaí na Cacimba.Ele explica que tubarões são normais e que não vê perigo em entrar no mesmo local.

“Só não vou entrar mais no fim de tarde. Se tiver sardinha, é melhor sair. Não é que você vá ser atacado, mas você pode assustar o tubarão e ele reagir para se defender, mas não para atacar. A gente vê tubarão ali sempre e eles não atacam”, disse

“ Eu tinha batido com as pernas em um tubarão na semana passada. Dessa vez, eu creio que assustei ele. Para se defender, ele só deu aquele toque. Não mordeu, não chacoalhou, nem nada. Só deu um toque e foi embora. Pelo tamanho dele, acabou pegando ao redor do rosto”, explica.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Close