Na Arena Amadeu Teixeira, equipes de Manaus sobem à série Ouro do handebol amazonense

Com apoio do Governo do Amazonas, campeonato estadual da modalidade chega às fases decisivas

Na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, as equipes AABB e Manauense venceram o Handebol São Sebastião do Uatumã e o Novo Aripuanã Handebol, respectivamente, na noite da terça-feira (16/11), pelas semifinais da Série Prata do Campeonato Amazonense. Além da vaga na final, os times garantiram o acesso à Série Ouro do handebol estadual em 2022.

A competição organizada pela Liga de Handebol do Amazonas (Liham) conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), em estadia das equipes e cessão de ginásios para os jogos.

No primeiro confronto das semifinais, a partida foi acirrada e decidida nos últimos lances. A AABB levou a melhor por 28 a 27 sobre a equipe representante do município de São Sebastião do Uatumã (a 247 quilômetros de Manaus).

“É uma alegria enorme. Um turbilhão de palavras, felicidade. Sensação de dever cumprido. O trabalho foi muito árduo nos últimos meses de treinamento. Agora, estamos confiantes para um bom resultado na final”, afirma Fabiano Lemos, técnico da AABB.

Diretamente do bairro Cidade de Deus, zona norte de Manaus, a equipe do Manauense conseguiu o acesso inédito à Série Ouro após derrotar o time de Novo Aripuanã (distante 227 quilômetros da capital) por 36 a 28.

“A gente ficou contente por ter conquistado a vaga e homenagear nossos amigos que faleceram por conta da Covid. A gente vai dar o nosso melhor e sair com a vitória”, disse Amilton Columbia, jogador do time manauara.

Final – O título da Série Prata do Campeonato Amazonense de Handebol será decidido nesta quarta-feira (17/11) entre a AABB e Manauense, às 20h30, na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira. O ingresso custa R$ 10.

Coloque

Público – Os eventos realizados nas praças esportivas administradas pelo Governo do Amazonas, por meio da Faar, com e sem a presença de público, seguem os protocolos de combate à Covid-19 definidos pela Portaria n° 176/2021.

Related Articles

Close