Mobilização nos terminais de ônibus abre campanha sobre Direitos Humanos

5_1

A Prefeitura de Manaus vai realizar na próxima terça-feira, 18, panfletagem nos terminais de ônibus da cidade para chamar a atenção sobre a importância do respeito aos Direitos Humanos. A ação segue até o dia 27 de novembro e é parte de uma ampla campanha, intitulada “16 Dias de Ativismo”, que engloba outros atos iniciados ainda no mês de outubro em Manaus.

Na maioria das cidades brasileiras, a campanha 16 Dias de Ativismo começa em 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, e termina em 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos. Em Manaus, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), responsável pelas ações, definiu um calendário mais extenso abrangendo as diversas campanhas de direitos humanos desenvolvidas pelo município.

Fazem parte as mobilizações em torno do Outubro Rosa e Novembro Azul. A diretora do Departamento de Direitos Humanos da Semasdh, Luciana Farias, explica que por meio dos diversos atos, a proposta é mobilizar a sociedade e sensibilizá-la para que conheça seus direitos e também respeite os direitos dos outros. Uma campanha que tem várias vertentes. Por isso, a Semasdh está atuando em várias áreas”, disse.

Na programação para o mês de novembro haverá palestras sobre Direitos Humanos das Mulheres – a Rede de Atendimento e Enfrentamento a Violência Doméstica e Familiar; Sensibilização para os Direitos Humanos: atendimento humanizado na Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos; além da Divulgação da Campanha Municipal dos Direitos Humanos em apoio aos 16 Dias de Ativismo – Mobilização da Sociedade e Promoção dos Direitos Humanos.

“Nos bairros, a secretaria vai atuar nos CRAS com palestras. Nesse período de mobilização vamos ter quatro ações muito importantes, que é a Ação de Cidadania dirigida à pessoa com deficiência, no dia 25 de novembro; Seminário da Consciência Negra, nos dia 27,28 e 29 de novembro; uma oficina sobre Direitos das Mulheres Lésbicas, no dia 03 de dezembro; e a Oficina Direcionada ao Atendimento Indígena: Desafios e Perspectivas, que será no dia 05 de dezembro. Todas muito importantes”, destacou Luciana Farias.

A campanha “16 Dias de Ativismo” foi criada em 1991, pelo Movimento Internacional de Mulheres, por meio do Center for Women’s Global Leadership/CWGL. Ela é realizada, atualmente, em pelo menos 196 países no mundo.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close