Maio Amarelo: SES-AM registra queda em atendimentos de vítimas de acidentes de trânsito em Manaus, mas números seguem altos

O mês de maio é dedicado à segurança no trânsito e prevenção contra acidentes

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) registrou queda de 32% no número de atendimentos de pacientes vítimas de acidentes de trânsito, nos primeiros quatro meses deste ano, em comparação com o mesmo período de 2021, nos três Hospitais e Prontos-Socorros (HPSs) adultos de Manaus. Neste mês, dedicado à prevenção e segurança no trânsito durante a campanha Maio Amarelo, a pasta busca conscientizar a população.

O número de atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito caiu de 4.395 no ano passado, entre janeiro a abril, para 3.001 neste ano, de janeiro a 27 de abril. A queda deve-se, principalmente, à redução dos acidentes envolvendo motocicletas, que foi de 43,4%, saindo de 3.062 para 1.733 entradas nos HPSs João Lúcio, 28 de Agosto e Platão Araújo.

Porém, houve aumento de 44% das vítimas de acidentes de carro, saltando de 431 para 621 atendimentos. Os atropelamentos também apresentaram queda de 35,4% e ainda 16,9% dos acidentes foram com causa não especificada.

Apesar do resultado parecer favorável, os números seguem altos e são preocupantes, porque geram aumento da taxa de ocupação dos leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), na capital. Em 2021, mesmo com a alta dos casos de Covid-19, as internações causadas pelos acidentes de trânsito seguiam em ritmo de igualdade de ocupação dos leitos.

O secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, chama atenção da população para manter a prudência no trânsito para evitar riscos a sua vida e a de outras pessoas.

FOTOS: Rodrigo Santos/SES-AM

“Os hospitais e prontos-socorros sempre estarão à disposição da população, mas todos precisam entender que, quanto mais imprudência no trânsito, maior é a sobrecarga nas unidades de saúde em decorrência dos acidentes. Acompanhamos, diariamente, os indicadores; e contamos com a continuidade da redução nas taxas para conseguirmos atender e prestar a assistência em outras demandas”, ressaltou o secretário.

Assistência – A secretária executiva adjunta de Urgência e Emergência da SES-AM, Glenda Freitas, afirma que os números aparentam ser positivos, mas os casos de acidentes de trânsito seguem mantendo as taxas de permanência de ocupação de leitos elevadas nos hospitais, mesmo com a pasta adotando medidas para rotatividade dos leitos, como o projeto gira-leito.

“A secretaria possui o plano gira-leito, que visa reduzir a espera por procedimentos ortopédicos, mas continuamos sentindo um impacto, pois esses pacientes que são vítimas de acidentes de trânsito, apesar da redução dos atendimentos, precisam passar por até três cirurgias para recuperação, o que impacta na taxa de permanência e mantém a taxa de ocupação elevada dos leitos ortopédicos”, explicou Glenda.

Levantamento – Em 2020, foram realizados 13.954 atendimentos por acidentes de trânsito nos três HPSs de Manaus, foram 8.966 acidentes de moto, 1.401 de carro, 2.659 por outros acidentes de trânsito não especificados e 928 atropelamentos por carro.

Em 2021, estas unidades registraram 14.809 atendimentos de pessoas vítimas de acidentes de trânsito, sendo 9.775 por acidente de moto, 1.885 de carro, 2.208 outros acidentes de trânsito não especificados e 941 atropelamentos.

Related Articles

Check Also

Close
Close