Lucilene Castro faz show comemora 25 anos de carreira com show no Teatro Amazonas

Encerrando as comemorações dos seus 25 anos de carreira, a cantora Lucilene Castro apresenta o show comemorativo no Teatro Amazonas (Largo de São Sebastião, Centro), no dia 11 de setembro, sexta-feira, às 20h. A apresentação terá entrada gratuita, para ter acesso ao espetáculo o público deverá acessar o site do espaço e adquirir seu bilhete.

Lucilene Castro possui oito discos gravados e muitas produções em seu currículo. Nesta noite, ela vai levar ao palco, uma coletânea de sua carreira. “Vou tentar fazer um resumo da minha carreira. Desde o primeiro disco, que se chama “Vento Norte”, até o mais recente “Cantos da Amazônia”. Vai ser bem eclético, vou cantar música popular e toadas de boi bumbá”, explica a cantora.

No repertório, grandes clássicos compostos por poetas amazonenses como, “Amazonas”, “Diário de Um Boêmio” e “O Amor Está no Ar”, composições de Chico da Silva estão no repertório desde show. “Irupixuna”, composição de domínio público e, “Hotel Cassina”, de Rinaldo Buzaglo e Aníbal Bessa serão interpretadas por Lucilene Castro.

Em toda sua carreira, a cantora fez grandes parcerias musicais, e nesta noite ela recebe grandes talentos da nossa terra. Por isso, o show contará com participações especiais de Márcia Siqueira, Zezinho Corrêa e da maestrina Irina Kazac.

Foto: Renner Carneiro

O show terá direção musical de Célio Vulcão, que também assina os arranjos e o piano, Dudu Brasil no violão, Sérvio Tulio no contrabaixo, Airton Silva na bateria e Ênio Prieto no sax e flauta. A realização é da ON Assessoria e Produção Cultural com direção artística de Francis Madson e produção executiva de Fabrício Nunes. O show foi contemplado pelo Edital Conexões Culturais 2019 e conta com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa.

Durante a realização do show, o Teatro Amazonas adotará todas as medidas de prevenção e combate a transmissão do novo Coronavírus. O acesso será permitido a sala de espetáculos somente com o uso de máscaras e álcool em gel, além disso, a casa opera apenas com 50% da sua capacidade total.

Trajetória

Com oito discos, o currículo dessa amazonense é repleto de conquistas. Ganhou em vários festivais de música o prêmio de melhor intérprete. Entre eles, o Festival da Canção de Parintins (1991), Festival Universitário de Música do Amazonas (1993) e o mais recente, Prêmio Grão de Música (2019). Ela foi considerada ainda a melhor cantora (levantadora) do Festival de toadas da Fundação Villa Lobos, por três anos consecutivos (1993 a 1995).

Lucilen Castro atuou em vários musicais, onde estrelou no “Boi de Pano”, participou do show Mulheres do Brasil – Cantoras do Amazonas, “Maria, Maria – Uma Viagem Pelo Universo Feminino”, “Caia Na Gandaia – Um “Revival” Dos Anos 70” e “Paixão, Louca Paixão”, entre outros.  Além de participar dos espetáculos, “Mas Podem me Chamar de Chico” e “Elas Cantam Samba”.

Com sua versatilidade, ela já foi convidada para representar a cultura amazonense em vários estados brasileiros e também foi uma das atrações do Ano do Brasil na França,em Paris.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close