Ibama/AM realiza Operação Tucandeira

Desde o dia 13 de junho, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama/AM) realiza a Operação Tucandeira, que visa combater desmatamentos e explorações madeireiras e minerais ilegais em Terras Indígenas e seus entornos.

Anexado 5

A operação ocorre nos municípios de Barreirinha, Parintins e Nhamundá, com uma equipe composta por cinco agentes ambientais federais e dois policiais militares.

A equipe reuniu-se com lideranças quilombolas e indígenas das etnias Hixkariana e Sateré-Mawé, ouviu as demandas das comunidades e prestou esclarecimentos e orientações sobre as ações de fiscalização do Ibama, práticas agrícolas adequadas, controle de queimadas e produção de artesanatos legais com subprodutos da biodiversidade, estreitando e fortalecendo a parceria para proteção ambiental de seus territórios tradicionais.

Os resultados da operação até o momento são: R$ 1.056.636,33 em multas, 170 hectares de áreas embargadas (por desmatamentos e explorações madeireiras e minerais) e apreensões de 20 metros cúbicos de madeira serrada, uma motosserra e 120 kg de sementes de capim.

Considerando a proximidade do Festival Folclórico de Parintins, a operação intensifica ações no município de Parintins, visando orientar turistas e artesãos e fiscalizar o uso e comercialização de produtos e subprodutos da biodiversidade brasileira em artesanatos e adornos.

A Operação Tucandeira conta com a colaboração da Funai, Centro de Trabalho Indigenista – CTI, Polícia Militar do Amazonas e Secretarias de Meio Ambiente de Parintins e Barreirinha.

O nome Tucandeira, que batizou a operação, refere-se a uma formiga (paraponera clavata) que simboliza a força e a resistência do povo indígena Sateré-Mawé.

 

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close