Governo do Estado avança 20% nas obras de recuperação do Hospital João Lúcio

Anunciado pelo governador Wilson Lima, projeto tem duração de 180 dias

Após 43 dias do início das obras de recuperação da infraestrutura do Hospital e Pronto Socorro Dr. João Lúcio, o serviço na unidade já está 20% concluído pela Secretaria de Infraestrutura e Região Metropolitana (Seinfra). A unidade não passava por reforma há 12 anos e permanecia com estrutura elétrica de 22 anos atrás. Anunciado pelo governador Wilson Lima em maio, o projeto executado pela Seinfra tem duração de 180 dias.

A reforma está orçada em R$ 15 milhões, recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Com a intervenção, a estimativa do Governo do Estado é reduzir em 40% os custos de manutenção do HPS Dr. João Lúcio, gerando uma economia anual de R$ 2,9 milhões.

A iluminação externa da unidade, pavimentação, ampliação do estacionamento e reforma da área administrativa foram concluídas. Nos próximos meses o hospital terá uma nova rede elétrica, sistema de climatização, telhado, elevadores, banheiros e substituição de equipamentos médicos, além de reformas que incluem pintura e troca de forro.


“Há 12 anos o hospital não sofria nenhuma intervenção e uma intervenção profunda, como na obra que está sendo realizada nesse momento. Estamos sofrendo com uma série de problemas ligados à instalação elétrica. Estamos aproveitando o processo para fazer com que tenhamos neste período a reformulação dos nossos processos, métodos, da maneira como trabalhamos. Estamos preparando as pessoas para que tenhamos, junto com a nova estrutura, um modelo de hospital público para o Estado do Amazonas”, afirma o diretor da unidade, Silvio Romano.

De acordo com o engenheiro eletricista da Seinfra Heber Anequino, a estrutura anterior apresentava riscos para pacientes e servidores. “O hospital encontrava-se em uma situação crítica em várias instalações, daí a necessidade dessa obra de recuperação da infraestrutura hospitalar do Hospital e Pronto Socorro Dr. João Lúcio. A parte de climatização está sendo toda retirada, desmobilizada, que é muito antiga e não é utilizada há mais de 10 anos, e está sendo instalado todo um sistema elétrico novo, eficiente, de acordo com os padrões técnicos de engenharia e sistema de climatização novo, eficiente e com garantia de um ano”, pontua o engenheiro.

Iluminação externa – A estrutura de iluminação externa da unidade já foi concluída: os 30 postes antigos, alguns sem funcionamento, foram substituídos por 50 postes com iluminação de LED, que permitem economia de energia e tem maior durabilidade.

“Traz uma segurança muito grande, não só para o paciente, mas também para os nossos funcionários. Temos uma área muito grande e muito escura que oferecia, justamente por esses pontos escuros que não são cobertos pelas câmeras, uma falta de segurança”, relembra o diretor.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close