Governo do Amazonas inspeciona obra do restaurante popular Prato Cheio de Parintins

Novo equipamento público de segurança alimentar do interior atenderá 400 pessoas por dia

As obras do primeiro restaurante popular Prato Cheio de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus) estão em ritmo acelerado. A constatação foi feita durante inspeção da equipe técnica do Governo do Amazonas, na terça-feira (22/02), na unidade a ser inaugurada em março.

Situado na Rua Larga, no bairro da União, o Prato Cheio da Ilha Tupinambarana é mais um compromisso da gestão do governador Wilson Lima na política pública de combate à fome e, também, na garantia do direito humano à alimentação adequada, sob a coordenação da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas).

FOTOS: Emanuel Mendes Siqueira/Seas

O novo equipamento público de segurança alimentar terá capacidade para atender 400 pessoas por dia, de segunda a sexta-feira, das 11h às 13h, com a refeição sendo vendida ao preço simbólico de R$ 1. O público prioritário do Prato Cheio são os grupos sociais em situação de vulnerabilidade e insegurança alimentar, como desempregados, pessoas em situação de rua e trabalhadores informais.

“O governador Wilson Lima determinou que a gente viesse pessoalmente visitar essa obra, um restaurante que foi definido ainda no ano passado, quando ele decidiu levar esse programa de alimentação adequada do Governo do Estado para o interior”, disse a secretária da Seas, Alessandra Campêlo, após acompanhar in loco o andamento da obra.

A entrega do Prato Cheio de Parintins acontecerá no mês de março. Antes, a Seas fará o trabalho de cadastro social do público prioritário. Até agora já foram inauguradas as unidades do Prato Cheio em Manacapuru, Autazes e Itacoatiara.

Related Articles

Check Also

Close
Close